Responsivo

Mutirão de exames em Cantagalo beneficia 170 pacientes

Durante o feriado de Carnaval, a secretaria de Saúde de Cantagalo, comandada pelo secretário Isaac Abreu, promoveu um mutirão de consultas em diversas especialidades, incluindo dermatologia, cardiologia e oftalmologia.

Dados

A iniciativa resultou em um atendimento de quase 100% das filas de espera, beneficiando aproximadamente 170 pessoas, segundo Isaac Abreu. O mutirão faz parte de uma série de ações desenvolvidas pela prefeitura para melhorar a qualidade da saúde pública do município. O secretário destaca que o investimento é de R$ 200 mil mensalmente na área.

Desafios

Segundo Isaac, antes do mutirão, a cidade enfrentava longas filas de espera por consultas especializadas. “Era possível agendar apenas duas consultas por mês, e a lista de espera chegava a quase 100 pessoas em algumas especialidades”, relata Isaac. “Isso era inaceitável para nós, como gestores da saúde municipal. Sabíamos que precisávamos agir rapidamente para resolver essa questão”.

Impacto positivo

O mutirão de consultas foi um grande sucesso, com um impacto positivo significativo na comunidade. “É gratificante ver o impacto positivo que podemos ter quando trabalhamos juntos em prol da saúde da nossa população”, afirma o secretário.

Agradecimentos

Isaac agradece a toda equipe envolvida no projeto, desde os profissionais de saúde até os voluntários que doaram seu tempo e energia para tornar o mutirão possível. “Suas dedicações são verdadeiramente inspiradoras”.

Ele também destaca o apoio do prefeito João Konjunski, que tem sido um forte aliado da secretaria de Saúde. “Sua liderança e compromisso com a saúde da nossa comunidade têm sido fundamentais para alcançarmos esses resultados positivos”, ressalta.

Compromisso

O secretário de saúde conclui enfatizando o compromisso da secretaria em buscar soluções inovadoras para melhorar o acesso aos serviços de saúde na cidade. “Continuaremos trabalhando incansavelmente para garantir que todos os cidadãos de Cantagalo tenham acesso à saúde de qualidade que merecem”, finaliza Isaac.