A Rua é Nóiz: projeto populariza cultura e arte para crianças de Laranjeiras

A iniciativa é da jovem de 22 anos Nadine Sobral, que através de aulas, tem o intuito de levar e popularizar a cultura do hip hop e das danças urbanas

A chefe de cozinha que vive em Laranjeiras do Sul há mais de dez anos, Nadine Sobral, também dança hip hop nas horas vagas; dando aulas gratuitas para crianças da região. Neste ano, pela segunda vez, foi prestigiada com investimentos da Lei Aldir Blanc, que garantiu a criação do projeto “A Rua é Nóiz” – iniciativa que reúne bairros como São Miguel, Monte Castelo e Getúlio Vargas no estímulo da cultura que, de forma divertida, propõe alternativas para a garotada. 

A jovem, que hoje está com 22 anos, começou a dançar aos 14 no grupo de dança da cidade Black Heart, onde permaneceu até os 17 anos. Depois disso, mesmo morando por algum tempo em outras cidades, o hobby nunca deixou de fazer parte de sua vida. “Na verdade, senti que ele amadureceu junto comigo, me permitindo colher os primeiros frutos ainda em 2020, na primeira edição da Lei”, afirmou.

Nadine Sobral tem 22 anos e é formada em gastronomia

Projetos

Em 2020, Nadine conta que pode reunir amigos que nunca tinham dançado para participar de coreografias e gravar vídeos para o projeto. “Fizemos coreografias e filmamos por 15 minutos, em um grupo de seis pessoas, em diversos pontos turísticos da cidade. Tudo foi muito lindo”, relembrou.

Em 2021, a Lei foi aprovada através de outro formato. “Desenvolvi um projeto que, através de aulas, tem o intuito de levar a cultura do hip hop (b-boy, grafite, DJ e beat box) e das danças urbanas, as crianças. O que termina por popularizar a cultura que originalmente partiu de seus próprios bairros, as periferias”, detalhou ela.

“A Rua é Nóiz também é um investimento que, ao mesmo que ensina, garante lazer e o distanciamento do tempo ocioso que muitas crianças passam nas ruas, mostrando-lhes outras oportunidades de futuro”, concluiu a dançarina.

Fotos: Arquivo pessoal
Projeto abarca bairros como São Miguel, Monte Castelo e Getúlio Vargas

Cronograma

No total, são 20 horas de aula separadas nas três vilas. Com seis aulas em cada uma, elas ocorrem todos os dias com o seguinte cronograma: 

  • Monte Castelo: quartas-feiras e sábados;
  • Vila São Miguel: segundas e quintas-feiras;
  • Getúlio Vargas: terças e sextas-feiras.

Confira mais fotos, e acompanhe o projeto A Rua é Noiz pelo instagram:

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail