Aqueles que não se vacinarem contra Covid-19 podem sofrer restrições a serviços no estado

O projeto de lei 371/2021 de autoria do deputado Arilson Chiorato (PT) que tramita na Assembleia Legislativa do Paraná, prevê

O projeto de lei 371/2021 de autoria do deputado Arilson Chiorato (PT) que tramita na Assembleia Legislativa do Paraná, prevê que aqueles que se negarem a tomar a vacina, e não puderem comprovar a imunização, podem sofrer consequências, como por exemplo, não poderão se inscrever em concursos públicos ou até mesmo embarcar em ônibus e aviões.

Como justificativa para a proposta, o parlamentar disse que “a situação de extrema urgência sanitária relacionada a proliferação do novo coronavírus – SARS-CoV-2, causou imensos prejuízos humanitários, e de ordem econômica e social. Todas as políticas públicas, especialmente de saúde, deverão ser repensadas a partir de ameaças globais de contaminação”.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail