Com o período de troca de janelas partidárias, Alep sofre grandes alterações

Ao todo, 30 deputados trocaram de partido. Outros cinco estão em nova legenda em razão da fusão do Partido Social Liberal (PSL) com o Democratas

A composição partidária na Assembleia Legislativa do Paraná sofreu grandes alterações depois do encerramento da janela partidária, período determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral para que os detentores de mandatos troquem de partido sem a perda da função. Ao todo, 30 deputados trocaram de partido. Outros cinco estão em nova legenda em razão da fusão do Partido Social Liberal (PSL) com o Democratas.

Na Assembleia Legislativa do Paraná, o Partido Social Democrático (PSD), passa a ter maior bancada, enquanto que o Democracia Cristã, até então sem nenhum representante na Casa, conta agora com um parlamentar.

O PSD que até o dia 3 de março, quando abriu o prazo da janela partidária, tinha cinco deputados, agora possui a bancada composta por 15 parlamentares.

O Partido Social da Democracia Brasileira (PSDB), que contava com três deputados, perdeu dois parlamentares, mas ganhou o reforço de duas deputadas e segue com o mesmo número de representantes na Assembleia Legislativa.

Já o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), que também contava com três deputados perdeu um, ficando com apenas dois deputados. Enquanto isso, o Partido dos Trabalhadores (PT), ganhou um novo deputado e a bancada passa a ser composta por cinco parlamentares.

O Partido Liberal (PL), até então com dois deputados, ganhou o reforço de mais três parlamentares na bancada. Enquanto que o Partido Progressista, com três parlamentares, teve a bancada ampliada para seis.

O Republicanos, que era representado por um único parlamentar, também obteve reforços em sua bancada, com a entrada de mais quatro deputados no partido.

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) e o Cidadania, que continham três deputados cada, agora são representados por um deputado na Assembleia, enquanto o Partido Republicano de Ordem Social (PROS), que tinha três deputados e ficou com dois.

Já o Democracia Cristã (DC), que até então não possuia representante na Assembleia, passa a contar com um deputado.

Com as alterações, o Partido Socialista Brasileiro (PSB), Partido Social Cristão (PSC), Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Partido Verde (PV), Patriotas e Podemos deixaram de ter representantes na Assembleia Legislativa.

Outra mudança, que não teve a ver com a janela partidária, ocorreu em razão da fusão dos partidos PSL e Democratas, dando origem ao União Brasil. Dessa forma, dos oito deputados das duas legendas, cinco seguem no novo partido que ganhou o reforço de mais três parlamentares, totalizando oito integrantes.

Confira como ficaram as composições partidárias:

PSD – 15 deputados – Adelino Ribeiro, Ademar Traiano, Alexandre Curi, Artagão Junior, Cobra Repórter, Evandro Araújo, Francisco Bührer, Jonas Guimarães, Luiz Claudio Romanelli, Marcio Nunes, Bazana, Paulo Litro, Rodrigo Estacho, Tercílio Turini e Tiago Amaral;
Deputados federais: Leandre (ex PV), Luisa Canziani (ex PTB), Luiz Nishimori (ex PL), Sandro Alex, Sargento Fahur e Vermelho;

União Brasil – Oito deputados – Dr. Batista, Elio Rusch, Nelson Justus, Luiz Fernando Guerra, Mauro Moraes, Nelson Luersen, Plauto Miró e Reichembach;

Deputados federais: Felipe Francischini e Ney Leprevost; 


PP – Seis deputados – Galo, Guto Silva, Luiz Carlos Martins, Maria Victoria, Soldado Adriano José e Tião Medeiros;

Deputados federais:   Christiane Yared (ex PL), Osmar Serraglio, Pedro Lupion (ex União Brasil) e Ricardo Barros;

Republicanos – Cinco deputados – Alexandre Amaro, Cantora Mara Lima, Delegado Fernando Martins, Homero Marchese, Marcio Pacheco;

Deputados federais: Aroldo Martins e Diego Garcia (ex Podemos);

PT – Cinco deputados – Arilson Chiorato, Luciana Rafagnin, Professor Lemos, Tadeu Veneri e Requião Filho;
Deputados federais: Enio Verri, Gleisi Hoffmann e Zeca Dirceu;  

PL – Cinco deputados – Delegado Jacovós, Gilberto Ribeiro, Gilson de Souza, Marcel Micheletto e Ricardo Arruda;

Deputados federais: Filipe Barros (ex União Brasil), Giacobo e Paulo Martins (ex PSC);

PSDB – Três deputados – Cristina Silvestri, Mabel Canto e Michele Caputo;

Deputados federais: Valdir Rossoni;

MDB – Dois deputados – Anibelli Neto e Nereu Moura;

Deputados federais: Hermes Parcianello e Sergio Souza;

PROS – Dois deputados – Boca Aberta Junior e Soldado Fruet;

Deputados federais:   Aline Sleutjes e Toninho Wandscheer;

PDT – Um deputado – Goura;

Deputado federal: Gustavo Fruet;

Cidadania – Um deputado – Douglas Fabrício;

Deputados federais: Rubens Bueno;Democracia Cristã – Um deputado – Coronel Lee

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail