Espanha aprova lei para acabar com carros à gasolina até 2040

A Câmara dos Deputados da Espanha aprovou a primeira lei específica do país para lidar com mudanças climáticas. As normas

A Câmara dos Deputados da Espanha aprovou a primeira lei específica do país para lidar com mudanças climáticas. As normas estabelecem metas em diversos setores que direcionam a população e o setor industrial a baterem metas de menor emissão de carbono e maior adoção de energias renováveis e sustentáveis – o que inclui impactos no setor automotivo.

A Ley de Cambio Climático y Transición Energética prevê uma série de metas a partir de 2030 para reduzir a emissão de gases de efeito estufa em 23%, ampliar o uso de energias renováveis para 42% (contra 20% do uso atual) e ter um sistema elétrico cuja geração é 75% a partir de energias renováveis (hoje, essa porcentagem é de 40%).

Futuro elétrico

Para contribuir com isso, os postos de combustível devem instalar pontos de recarga elétricos e ter uma rede de abastecimento renovável. As cidades ainda devem impulsionar a mobilidade sustentável, com incentivos para o uso de bicicletas e outros veículos mais simples.

As leis para ajudar na redução das mudanças climáticas e que envolvem o setor automotivo já estão em debate ou implementadas em outras regiões da Europa, como Reino Unido, Alemanha e Noruega. Nos EUA, uma cidade californiana já proibiu a inauguração de novos postos de combustível. O Brasil ainda está em fases mais iniciais da discussão.

O conjunto de normas agora deve passar pelo Senado e, posteriormente, ser sancionada pelo Executivo. A previsão é que a lei seja colocada em voga a partir de maio de 2021.