Fomento Paraná disponibiliza mais recursos e anuncia aumento de limites operacionais

A Fomento Paraná anunciou nesta segunda-feira (28) novos limites operacionais para os empreendedores paranaenses. Em parceria com o Banco Nacional

A Fomento Paraná anunciou nesta segunda-feira (28) novos limites operacionais para os empreendedores paranaenses. Em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e com o Ministério do Turismo, a instituição financeira de desenvolvimento do Governo do Estado passa a financiar operações de capital de giro de até R$ 500 mil e operações de investimento de até R$ 1,5 milhão, podendo chegar a R$ 2 milhões com a composição investimento mais giro.

Projetos de investimento que se configurem como inovação podem ser financiados acima deste teto, conforme regramento da Finep. Desta forma, a Fomento atende empreendedores que necessitam de um valor maior de financiamento para investir no próprio negócio ou para as quitar as obrigações do dia a dia.

“Nosso objetivo é ajudar nas medidas de recuperação econômica do Governo do Paraná, seguindo a diretriz do governador Carlos Massa Ratinho Junior de investir os recursos do Estado na retomada econômica”, afirmou o diretor-prediente da Fomento Paraná, Heraldo Neves.

Com mais recursos disponibilizados para os empreendedores, a Fomento Paraná espera contribuir com o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) estadual. “A expansão na oferta do crédito é mais um incentivo do Governo do Estado para que o empreendedor invista na sua empresa, colaborando com a geração de emprego e renda em todo o Paraná”, explicou Renato Maçaneiro, diretor de Operações do Setor Privado da instituição.

MAIS DINHEIRO E JURO REDUZIDO

Entre as fontes de recursos da Fomento Paraná utilizadas para financiar os empreendedores, o destaque é o repasse de recursos do BNDES. Pela primeira vez na história, a instituição paranaense utilizou todo o recurso disponibilizado pelo BNDES entre julho de 2020 e junho de 2021. Foram R$ 95 milhões contratados com empreendedores de todo o Paraná, com mais de 5 mil empreendedores beneficiados somente nesta modalidade no período.

Por isso, o BNDES disponibilizou mais recursos para a Fomento Paraná ofertar aos empreendedores paranaenses no período de julho de 2021 a junho de 2022. Serão R$ 123,9 milhões disponíveis para operações de capital de giro e investimentos com recursos da instituição nacional, um aumento de 30% comparativamente ao período anterior.

“É bastante significativo que tenhamos uma elevação tão considerável no dinheiro disponibilizado pelo BNDES para a Fomento Paraná. Mostra o quanto os empreendedores estão investindo e acreditando na recuperação econômica do Paraná”, celebrou Heraldo Neves.

O acesso para incluir uma proposta é diretamente pela plataforma do portal da Fomento Paraná ou por um dos correspondentes espalhados por mais de 300 municípios.

As taxas de juros para capital de giro são a partir de 0,84% ao mês e as taxas para operações de investimento a partir 0,70% ao mês. Caso o empreendimento se enquadre nos critérios do Banco da Mulher Paranaense as taxas partem de 0,29% ao mês. No Programa Banco do Empreendedor as taxas partem de 0,52% ao mês. Nestas duas modalidades a atualização das taxas se dá pela Selic.

GARANTIAS – A Fomento Paraná é flexível em relação a garantias, aceitando desde garantias reais até garantias prestadas por fundos garantidores e/ou sociedades garantidoras de crédito (SGC).