Melhorias nas estradas rurais de Pinhão não cessam mesmo com dificuldades

“Em poucos dias nossa equipe transforma o visual das estradas e as deixa em perfeitas condições”, conta o secretário de Infraestrutura Króis Prestes

Com o objetivo de melhorar as vias de transição entre as propriedades rurais até as rodovias pavimentadas, a secretaria de Infraestrutura vem realizando a manutenção das estradas para favorecer o transporte de cargas e o deslocamento da população da zona rural.

De acordo com moradores da Serra dos Correias em Lajeado Feio há mais de cinco anos que não viam serviços como esses sendo realizados pela prefeitura em sua comunidade. A Serra do Lajeado Feio está quase concluída. As melhorias nessas estradas trazem mais tranquilidade e praticidade aos moradores, contribuindo para o desenvolvimento de suas atividades cotidianas, que exigem a trafegabilidade por essas vias.

O secretário de Infraestrutura Króis Prestes afirma que o trabalho poderia ocorrer com mais rapidez se houvessem à disposição mais maquinários em boas condições. Ele destaca que a secretaria possui uma equipe qualificada e com os recursos necessários fariam os serviços com mais eficácia.

“Em poucos dias nossa equipe transforma o visual das estradas e as deixa em perfeitas condições para o escoamento da produção agropecuária e o deslocamento das comunidades rurais”, relatou Króis. “Além disso, quando possível, temos aplicado cascalho e compactado o solo para aumentar a durabilidade dos serviços”.

Pela população

Os moradores da localidade agradecem ao prefeito José Vitorino Prestes e ao secretário Króis. Segundo alguns, que acompanharam os trabalhos, os seus filhos não frequentavam a escola por conta das estradas em péssimas condições. O foco agora é proporcionar à população o atendimento às suas necessidades, para que tanto o trabalho quanto o transporte escolar aconteçam de forma adequada.

O secretário Króis conta que a população sempre sofreu com estradas ruins e que o objetivo agora é mudar essa realidade dentro do que seja possível realizar. “Estamos trabalhando incansavelmente, pois dessa forma a população terá melhores condições para o escoamento de sua produção e acesso à educação e saúde”.

Ele frisa que quando as estradas são ruins, acabam atrapalhando o escoamento da produção e o deslocamento da população rural, consequentemente prejudicando o acesso para ir até a escola e para receber atendimento de saúde.

Andamento dos trabalhos

Para ele o término das melhorias é algo muito subjetivo, dependendo do andamento dos trabalhos, pois ainda há muito a ser feito. “Temos um período de quatro anos, nos quais estaremos trabalhando para atender a toda essa demanda, desde que não tenhamos alterações que prejudiquem o andamento das nossas atividades”.

Króis relata que existem muitas estradas ruins que acabam trazendo prejuízos à população. Há muitas comunidades que não foram atendidas ainda. Segundo ele, de janeiro até o momento choveu quase mil e duzentos milímetros na região, afetando bastante o atendimento da secretaria de Infraestrutura. “A estrada é de chão e por isso deteriora, não tem uma durabilidade muito grande. O serviço feito hoje, a própria chuva estraga”.

Atualmente o trabalho tem utilizado muito o cascalho, mas o secretário afirma que a pasta vai mudar para uma atividade diferente daqui a alguns dias. “Estamos fazendo testes, mas ainda não temos previsão se vai funcionar na nossa região. Nós copiamos de outras regiões para analisar. Esperamos que funcione”.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail