Maestro Odair de Candói conta como encontrou na música o seu estilo de vida

Conheça Odair José Nunes da Silva, regente da Banda Municipal Talentos da Terra

A música de qualidade é com certeza uma das mais tocantes formas de arte e a instrumental principalmente, tem o poder de causar aquele arrepio e tocar a alma de quem escuta.

O Correio do Povo entrevistou Odair José Nunes da Silva, regente da Banda Municipal Talentos da Terra, de Candói. Para Odair a música é mais que uma paixão é um modo de vida, é o que o inspira e move.

O primeiro contato dele com bandas de fanfarra foi aos 11 anos de idade. O Maestro que residia em Reserva do Iguaçu na época, conta que seu interesse pelo assunto se deu quando uma colega de sala lhe mostrou um instrumento. “Ao ouvir o som que emitia, a minha curiosidade me levou a procurar como a banda funcionava. Em pouco tempo já estava participando e adquirindo muita experiência em formação instrumentista. Eu e meu trompete”.

Ao frequentar fielmente a banda, surgiram oportunidades de cursos com músicos da Orquestra Sinfônica do Paraná, em Faxinal do Céu. O regente conta que o encanto ao ver uma orquestra tocando a primeira vez era tão grande que o fez almejá-la e levá-la para a vida. “Não tinha certeza se seguiria como músico ou maestro, mas me dedicaria à música até me tornar músico de orquestra”.

A motivação o fez ir longe. Se tornou autodidata assim como outros maestros atuantes na região, aprendendo por conta, lendo livros de teoria musical e de execução de instrumentos. “Fui vivendo esse processo e em 2009 percebi uma aptidão na música, reproduzindo-as facilmente apenas ouvindo. Utilizando essa ferramenta, comecei produzindo arranjos para bandas e hoje, os que executamos são de minha autoria”, explana.

Criado pela mãe de forma humilde, Odair se viu longe do sonho ao assumir responsabilidades. “Ao encontrar um emprego, meu sonho desmoronou, me afastei da banda pois não conseguia conciliar o tempo. Adiei o que tanto almejava, mas se surgisse uma nova oportunidade eu a agarraria”.

A vida foi acontecendo, o maestro prestou concurso ainda na cidade de Reserva do Iguaçu e aos 18 anos assumiu a vaga como auxiliar administrativo na prefeitura.

Nessa época, a prefeitura de Candói realizou concurso público, onde uma das vagas era a de instrutor de bandas em cadastro reserva – onde o cargo só é assumido caso o atual peça exoneração. “Prestei concurso arriscando a sorte. Estudei muito e obtive uma boa nota na prova teórica assim como na prática executando instrumentos, alcançando a primeira colocação do concurso”, conta.

Em 2016, o universo resolve conspirar em favor de Odair, ele recebeu uma ligação de convocação para assumir a vaga de Candói. “Apesar da qualidade de vida que o atual emprego me proporcionava, minha família me apoiou e aceitei a vaga de regente de banda”.

Banda Talentos da Terra

Em 2016, ano em que Odair assumiu seu cargo na banda, tudo iniciou-se do zero. O ensino, a ligação com os alunos, as apresentações e o reconhecimento começaram do esforço de todos os integrantes.
“A partir do ano em que cheguei, a banda é minha vida. Eu vivo disso, construímos laços de amizade com os alunos e suas famílias. Os integrantes são sempre muito contentes em participar da banda, sentem orgulho de todo o trabalho que foi construído do zero”.

Quando abriram às inscrições para novos integrantes à banda, oito que já faziam parte permaneceram e ao final do ano, já estavam se apresentando no município.
Em 2017 o grupo havia evoluído muito.

“Eu nunca tinha participado de concursos de bandas e fanfarras como maestro, apenas como músico. Estar a frente de uma banda, preparar peças musicais para uma competição exige muita dedicação e preparo”.

No mesmo ano, a Talentos da Terra participou do Campeonato Paranaense de Bandas e Fanfarras em nível estadual pela primeira vez, onde Candói obteve a segunda maior nota do concurso dentre todas as participantes e a primeira colocação na categoria juvenil. 

“Já em 2018, disputamos como Banda Musical de Concerto Sinfônica Sênior, com o pessoal de mais idade, e depois, participamos novamente do Campeonato Paranaense e ganhamos, nos tornando bicampeões”, enfatiza o maestro.

Em 2020, a Talentos da Terra participou de dois eventos virtuais: o “Primeiro Concurso Brasileiro Virtual de Bandas e Fanfarras” e a “Primeira Copa Virtual de Bandas e Fanfarras”, ambos organizadas pela Associação de Bandas e Fanfarras do Estado de Santa Catarina (Abanfaesc), onde a representante de Candói consagrou-se como vencedora, assim se repetindo em 2021, onde tornou-se Tri Campeã Nacional.

Participação

Ao contrário de que muitos pensam, para ingressar na Banda Talentos da Terra não é realizada seleção. “O que se observa sempre é a questão da idade, pois tem que condizer com os instrumentos. Há alguns de porte menor então uma criança de sete a oito anos consegue executar perfeitamente. Os maiores e mais pesados são indicados acima dos 11 anos”, explana o maestro.

Não existe custo para ingressar nem ao adquirir o material, pois o município fornece gratuitamente. Para participar da banda, o interessado deve se dirigir ao Centro Cultural de Candói, levando todos os documentos pessoais e fazer a matrícula. “Ao fazer um levantamento para o retorno, que será na próxima segunda-feira (7), temos apenas quatro instrumentos sobrando, ou seja, apenas quatro vagas no momento”,explica.

A idade pra participar nesse ano é acima de 11 anos, pois os instrumentos disponíveis são de grande porte.

Futuro próximo

O ano de 2022 reserva novidades aos talentos candoianos, elevando o nível técnico da banda.  “Participaremos dos concursos presenciais que retornarão durante o ano, em março teremos o Congresso Técnico da Federação Paranaense de Bandas e Fanfarras no município de Cândido de Abreu, também sede do Campeonato Paranaense”, conta o regente.

Uma das metas mais importantes para Odair é a de participar de um concurso nacional de forma presencial, realizados em São Paulo e Rio de Janeiro, além de manter o vínculo com a comunidade, dando continuidade às apresentações e em eventos oficiais. “A Banda está aberta ao convite de outros municípios, sem cobrar taxa ou remuneração”.

Reconhecimento

“Queria agradecer aos integrantes da banda, merecedores de total admiração, excelentes músicos e musicistas, sempre unidos, criando laços como uma família. É isso que somos!”,  enfatiza o maestro.

Odair estende os agradecimentos à população candoiana, e à administração municipal pelo suporte fornecido, ao poder público pelo apoio prestado, visto que neste início de anos, a banda foi contemplada com uma bateria e uniformes novos. “É mais um reconhecimento que a administração dá aos nossos músicos e ao trabalho que a banda desenvolve. Somos gratos principalmente ao prefeito Dino; à secretária Marisa e ao secretário de Esportes, Lazer e Cultura, Ricardo Dallarosa, pessoas que sempre estão conosco ajudando”, finaliza.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail