Pautas sociais são as bandeiras da deputada Leandre Dal Ponte (PSD)

“Eu trabalho principalmente com programas e projetos, tenho uma pauta no meu mandato, que é alicerçada na área de saúde”, explica

A deputada Leandre Dal Ponte (PSD) em visita a Laranjeiras esteve no Correio do Povo e em sua entrevista relatou sobre sua experiência como mulher na política e as realizações de seu mandato para a cidade e a região.

Correio do Povo: Em relação às candidaturas femininas aqui do estado, aqui da região, esse cenário continua muito preocupante tanto em âmbito estadual quanto federal?

Leandre: Em conversa com o prefeito de Candói, falávamos exatamente sobre a participação da mulher na política, e quando destacamos esta participação muitas vezes não fazemos um resgate histórico do porquê as mulheres participam tão pouco. Viemos de uma cultura em que as mulheres não podem participar da política, e que este não é o lugar delas, e acontece que muitos homens e até mesmo mulheres acreditam nisso, enfatizando que política não é algo para pessoas de bem.

Eu me lembro quando decidi ser candidata pela primeira vez, ouvi de muitas pessoas que eu iria me estragar, que política era coisa apenas para homens, e essa cultura está enraizada até mesmo nas famílias, que acreditam que política não combina com mulher.

Temos o direito de voto há pouco tempo, e precisaremos de conscientização para que as mulheres reconheçam o seu papel e a sua responsabilidade em tomar decisões. Eu sinto que as mulheres que se dispõe a serem candidatas, precisam do apoio de familiares e pessoas próximas, o que contribui e muito para o trabalho, e em segundo lugar devemos insistir para que os partidos aceitem mulheres na política e não apenas para fazer chapa ou legenda.

Nessa reforma política que aconteceu, conquistamos algo muito importante, as mulheres que se elegerem nas legendas terão seus votos computados em dobro para as ações do partido e eventuais votações da Câmara. Mesmo que seja uma mudança pequena, terá um impacto muito grande, e atrairá ainda mais atenção para as mulheres na política, e que elas possam futuramente disputar de igual para igual com os homens as eleições em todas as cadeiras.

Correio do Povo: Deputada em relação às emendas, melhorias e benefícios que você tem conseguido pelo mandato trazer para a região da Cantu. Primeiro em Laranjeiras e depois para os demais municípios. O que você destacaria?  

Leandre: Eu trabalho principalmente com programas e projetos, além de ter uma pauta no meu mandato, que é alicerçada na área de saúde mais perto das pessoas, principalmente com idosos, o que é um grande desafio para as cidades.

Hoje você preparar as cidades para acolher as pessoas mais idosas, não é algo fácil. Estima-se que em pouco tempo 30% da população do país terá mais de 60 anos, e isso é um impacto muito sério.

Tenho projetos também na área da primeira infância, e de políticas públicas para as mulheres, principalmente no combate à violência.

Estamos trabalhando para estruturar as regiões na área da saúde, e na 5ª regional que engloba a Cantuquiriguaçu, temos uma parceria com o Hospital São Vicente de Paulo no Câncer Center de Guarapuava que está sendo construído e também a parceria com o Hospital Erasto Gaertner, oferecendo um serviço oncológico de qualidade.

Estruturaremos os municípios da Cantu, com equipamentos, com novas obras, e os hospitais microrregionais, como é o caso do hospital São Lucas e São José, aqui de Laranjeiras do Sul, que receberam recursos de melhoria. Com a descentralização e a regionalização dos consórcios, abriremos espaço para que o atendimento se fortaleça e atinja muito mais pessoas.

Para as pessoas idosas, temos um programa que se chama “Cidade amiga do idoso”, onde auxiliamos os municípios a trabalharem de forma sistematizada, com planos de ações a curto, médio e longo prazo. Esse projeto conta com o apoio da Organização Mundial de Saúde (OMS), pois possui uma rede global de cidades amigas da pessoa idosa. Apresentei esta proposta a administração municipal de Laranjeiras e estou à disposição caso a cidade queira implantar o projeto.

Teremos um outro projeto inédito no Paraná, ainda pensando na saúde da pessoa idosa, que é a construção do complexo social, cidade do idoso, em Irati. Ele será viabilizado num espaço que só é usado uma vez por ano, e tem uma estrutura enorme com barracões para parque de exposição, e rodeio. Neste mesmo local está sendo construído o centro de eventos, e abrigará também esse complexo que poderá receber até mil idosos, que contarão com atividades físicas, aulas de letramento, inclusão digital, entre muitos outros atendimentos. 

Na questão da primeira infância, eu fiz parceria com vários prefeitos da região e pedi que eles assumissem um compromisso, em troca do apoio a eleição de cada um deles. Como sou presidente da frente parlamentar mista da primeira infância, e também faço parte da rede nacional da primeira infância, pedi que os gestores se comprometessem em elencar as propostas do plano de governo de cada um, e instituir políticas transformadoras para a infância, através de comitês intersetoriais.

Na pauta da mulher estou trabalhando diretamente no combate a violência, com as Câmaras de vereadores. Em 2019 fui procuradora da mulher na Câmara dos deputados, e hoje sou procuradora adjunta. Recebo muitos pedidos dos municípios para a criação da delegacia da Mulher, porém em algumas cidades não há nem delegacias, e temos apenas o destacamento militar. E disso surgiu a seguinte ideia: como em todas as cidades há Câmara de vereadores porque não criar uma Procuradoria da Mulher em todas as Câmaras. E hoje já temos mais de 100 aqui no Paraná, e trabalhamos para instalar ainda mais procuradorias em outros municípios.

A Cantu é uma das regiões que mais possui procuradorias, entre elas Laranjeiras, Porto Barreiro, Cantagalo, Candói, entre outras. 

E agora estou trazendo a Casa da Mulher Brasileira, que terá sua primeira sede no interior do Paraná em Francisco Beltrão, e quero expandir para outros locais, como por exemplo Laranjeiras.

Por esse motivo as emendas têm que ter um sentido, e o mais importante não é o quanto de dinheiro cada região recebe, mas a representação disso na vida das pessoas. Por exemplo, um recurso de R$ 150 mil pode parecer muito pouco para a prefeitura de Laranjeiras, porém se destinarmos esse montante para o SOS, faz uma grande diferença, ou até mesmo para a APAE, para ajudar nos serviços de Saúde. E por isso que destino estes recursos para as instituições, pois assim valorizamos o empenho da sociedade civil.

Ano passado aprovei o recurso de R$ 160 milhões destinado ao lar dos idosos no Brasil inteiro, e foram mais de 100 mil idosos contemplados, e mais de duas mil instituições, e Laranjeiras foi uma das cidades contempladas com esse recurso, um valor R$ 2,3 mil por idoso, o que para eles foi um valor muito significativo.

Independente do valor destinado, pode ser milhões ou mil, quem sabe o que uma cidade precisa é quem vive nela, e quando criamos essa proximidade com a população podemos fazer um trabalho mais assertivo.

Precisa-se de certa forma verificar quais são as prioridades para a destinação de emendas, então se às vezes você aplicar R$ 1 milhão, em um programa de apoio às gestantes, talvez gere muito mais impacto, do que destinar para uma obra que não trará o retorno esperado.

E no meu ver as obras precisam impactar a vida das pessoas.

Correio do Povo: Ouvimos falar que você tem um pedido de recurso pro nosso time de futsal da cidade, o Operário, como está essa questão?

Leandre: Sempre procuramos ajudar as instituições, e tivemos uma demanda trazida aqui do município de Laranjeiras, onde os solicitantes viram que eu estava trabalhando por vários clubes. E como sou de Chopinzinho, estive conversando com o pessoal da ACEL, e nisso surgiu a oportunidade de ajudar o Operário Laranjeiras. E agora no orçamento de 2022, será destinado R$ 100 mil para fazer o fortalecimento do clube.

Correio do Povo: O esporte assim como a educação acaba mobilizando a vida das pessoas.

Leandre: Muito, porque eu acho que o esporte envolve a família, e tira a pessoa daquele perigo né, e quantos talentos conseguimos revelar. Então eu fiquei bem feliz de ter dado certo, e a equipe receberá o recurso, e que possa ser o primeiro de muitos que temos intenção de mandar pro Operário de Laranjeiras.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail