Portos do Paraná se preparam para início da vacinação contra a Covid-19

Chegou a vez dos trabalhadores portuários serem vacinados no Paraná. Junto com outros grupos prioritários, pelo Plano Estadual de Vacinação

Chegou a vez dos trabalhadores portuários serem vacinados no Paraná. Junto com outros grupos prioritários, pelo Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, a categoria profissional receberá as primeiras doses que chegam na 21ª remessa de imunizantes que o Estado está para receber do Ministério da Saúde. Das mais 390.190 doses, a expectativa é que 9.627 sejam destinadas ao grupo.

Para o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, a vacinação dos portuários é uma decisão muito importante diante da eminência de uma nova cepa. “É importante que os trabalhadores se sintam seguros em seguir trabalhando e o Estado seguro com a continuidade da atividade”, afirma.

Segundo ele, o grupo de trabalhadores dos portos de Paranaguá e Antonina envolve todas as categorias de Trabalhadores Portuários Avulsos (TPAs), empresas e agências marítimas que atuam nos portos do Paraná.

Para o diretor de desenvolvimento empresarial da Portos do Paraná, André Pioli, a necessidade dos trabalhadores portuários serem vacinados é extrema. O serviço não parou e segue movimentando a economia do Estado e do Brasil. “Agora, a priorização é trabalhar para que essas vacinas venham logo para que possamos imunizar a todos”, afirma.