Como começar a investir no mercado Forex?

Se você busca diversificar seus investimentos, o Mercado Cambial (Forex) pode ser uma boa alternativa, já que se trata do

Se você busca diversificar seus investimentos, o Mercado Cambial (Forex) pode ser uma boa alternativa, já que se trata do maior mercado do sistema financeiro, com estimativa em movimentar cerca de US$ 5.3 trilhões diariamente, representando cifras bem superiores ao mercado de ações ou de futuros, segundo pesquisa Forex do Triennial Central Bank. 

Uma das vantagens de negociar forex é que é possível começar com uma quantidade relativamente pequena de capital, o que permite dessa forma testar estratégias e diferentes plataformas, sem comprometer grandes quantias. No entanto, apesar de não ser preciso pertencer a uma grande instituição financeira para investir em Forex, estima-se que os pequenos investidores são responsáveis apenas por 5% do volume das transações comerciais no mercado global forex. 

Para começar a investir no mercado cambial, primeiramente é preciso estudar este setor. Uma boa parte das informações sobre o que é o mercado Forex e como ele atua encontra-se online, em e-books, webinars e em websites especializados em investimentos, que também dispõem de chats e ferramentas de suporte ao investidor para eventuais dúvidas. Não deixe de acompanhar as últimas notícias do setor por meio de jornais diários, como artigos que abordam como aproveitar o mercado futuro de moedas estrangeiras.

Fonte: Unsplash

Diferenciais

É importante considerar que se trata de um mercado descentralizado, espalhado por todo o globo, sem uma uma central física ou único centro de troca de moedas. Ao contrário da poupança, que oferece rentabilidade estável, ainda a preferida dos brasileiros. O mercado Forex é considerado um mercado de balcão (Over the Counter, em inglês), devido ao fato de ser operado eletronicamente, continuamente por um período de 24 horas. As negociações podem ocorrer em qualquer lugar do mundo, desde que você tenha uma conexão com a Internet. 

Por ser descentralizado, o setor opera basicamente sob a lei da oferta e da procura, sofrendo frequentes variações cambiais, como a alta e baixa do dólar americano em um único dia, influenciadas por eventos políticos e econômicos ao redor do mundo, além da situação monetária de cada país. 

Outra diferença a se destacar é que ao negociar forex, é preciso negociar as moedas em pares. Ao contrário de negociar ações em que você compra ou vende as mesmas ações, negociar no mercado cambial significa vender uma moeda e comprar outra moeda em troca. Por exemplo, se você quer comprar dólares no Brasil, você irá precisar do real para comprar dólar. E não deixe de ficar de olho nas constantes oscilações do dólar. 

Estima-se existirem 170 moedas diferentes no mundo, e o dólar americano é no momento a moeda mais negociada, representando 84,9% de todas as transações globais. A participação do euro está em segundo lugar com 39,1%, enquanto a do iene japonês é a terceira com 19,0%.

Fonte: Unsplash

Conclusão

Após estudar o mercado, chegou a hora de investir em Forex. Procure por corretoras online certificadas, e que proporcionam ferramentas de segurança para a realização das transações online. Muitas oferecem também aplicativos para que possa acompanhar o mercado financeiro até quando estiver em trânsito. 

É importante observar que o mercado Forex além de demandar conhecimento e dinheiro, o investidor irá precisar ter paciência, habilidade, controle emocional e capacidade para olhar seus erros e melhorá-los.  Só então poderá desenvolver uma estratégia e disciplina de negociação.

Bons investimentos.