Bulls: jovem e velha guarda querem Arapoti de volta ao mapa do futsal

Clube que disputará a Série Bronze do Paranaense contará com Danilo Lacerda, campeão mundial, em quadra

Que Arapoti marcou época no futsal paranaense, é indiscutível. Com a Inpacel, venceu por três vezes a Taça Paraná (antecessora da Série Ouro) e foi campeã mundial de clubes em 1995. Naquele mesmo ano, o clube bem-sucedido fechou as portas. Após isso, a cidade fez incursões tímidas na Série Prata e chegou a ser vice-campeã da Bronze em 2002, mas não figura numa divisão do estadual há mais de uma década.

E buscando resgatar a tradição do futsal na cidade, um grupo de esportistas apaixonados – entre eles, jovens que sequer viram o sucesso da Inpacel, e outros que foram protagonistas daqueles momentos históricos – quer recolocar Arapoti no mapa da modalidade.
A empreitada começa em abril, na Série Bronze. O novo clube chama-se “Bulls”. E para quem logo imaginou uma alusão à famosa equipe de basquete estadunidense, ledo engano. 
O Bulls tem em seu escudo a figura de um bovino, que representa o gado leiteiro, animal responsável pelo motor da economia arapotiense. A cidade é a 6ª que mais produz leite no estado, segundo dados de 2019 do Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR). A cor do time é o laranja, referência à forte presença de imigrantes holandeses na região. 

Escudo do Bulls representa a relevância do gado leiteiro da cidade e a cor laranja a imigração holandesa
Foto: Reprodução

Volta de Danilo Lacerda aos 49 anos

Para a composição do time, a diretoria aposta em nomes conhecidos no cenário mundial da bola pesada. Entre eles, Danilo Lacerda, de 49 anos. Ele fez parte da lendária equipe da Inpacel em 1995 e no ano seguinte foi campeão da Copa do Mundo com o Brasil. O fixo, na realidade, estava aposentado. Ele encerrou a carreira em 2011, na Itália. Agora, ele regressará para ajudar Arapoti a reencontrar o trilho das glórias no futsal. “Eu segui jogando competições amadoras, na realidade. Agora, me convidaram, pois acreditam que posso ajudar, com o meu nome, a dar visibilidade ao clube. Acredito que não conseguirei jogar todos os jogos da Bronze, mas estarei à disposição”, disse o craque, que mantém residência na cidade que o projetou para o mundo. 

Danilo Lacerda, campeão do mundo com a Inpacel e com o Brasil, estará no elenco do Bulls
Foto: Reprodução

“Vamos brigar pelo título”

Outros dois jogadores que integraram a Inpacel estão no plantel: Renatinho e Porquinho. O ex-Seleção Thiago Sady e ex-jogador de futebol Rafael Lemes, com passagem por Coritiba e Ituano, estão entre os contratados. O elenco deverá ser completado com jovens atletas da região. O presidente Antônio Erivelto acredita que o equilíbrio entre experiência e juventude é suficiente para colocar o Bulls como um candidato ao título da terceirona.

“Temos uma cultura antiga de formar atletas aqui em Arapoti”. O técnico será Fabiano Ferreira, enquanto Arthur Gonçalves será o auxiliar-técnico.


“O Bulls inicia no Paranaense com um peso, uma grande responsabilidade, pois o torcedor aqui é exigente, por conta das conquistas do passado. Acima de tudo, estamos buscando resgatar o futsal no município. É inaceitável para uma cidade da importância para a modalidade como Arapoti viver no ostracismo”, argumenta o vice-presidente Guilherme Felipe. 


LEIA MAIS: SUGESTÃO DO EDITOR

Por onde anda Foca, técnico campeão do mundo com a Inpacel em 1995?