Doutor Camargo: Série Bronze de 2021 deve marcar estreia do município no futsal profissional

Com 56 anos de fundação, o município de Doutor Camargo pode enfim despontar para o cenário do futsal profissional. Com

Com 56 anos de fundação, o município de Doutor Camargo pode enfim despontar para o cenário do futsal profissional. Com cerca de 5,8 mil habitantes e localizada no Norte-Centro, há 37 quilômetros de Maringá, a cidade inicia 2021 envaidecida pela iminente disputa da Série Bronze do Campeonato Paranaense
Nas temporadas recentes, a terceirona tem sido a porta de entrada de clubes e municípios que antes nunca haviam participado de uma competição oficial. Em 2020, foi o caso de Candói. Neste ano, uma das caras novas é Doutor Camargo.

De acordo com o diretor do departamento de Esportes do município, Alison Fernando Caldeir, o ingresso na Bronze está encaminhado e depende apenas da confirmação perante à Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS). “Já conversei com a Federação e demonstrei a intenção de Doutor Camargo disputar o campeonato em 2021. Ela pediu que eu entrasse em contato novamente em janeiro. Se depender de nós, estamos confirmados”, comenta.


Casa do time

A casa do Doutor Camargo Futsal será o Ginásio Camarão, com capacidade para mil torcedores. “Nosso ginásio é bom e o pessoal daqui gosta muito de futsal. Se quando o campeonato começar estiver liberada a presença de público, tenho certeza que irá bombar. Falo isso pela experiência com o campeonato municipal que realizamos aqui”.

De acordo com Alison, o elenco deve ser formado por 70% dos atletas da casa e o restante deve ser composto de contratados de outras regiões. “Iremos disputar com o intuito de chegar, de subir para a Prata. O time que iremos montar será forte”, diz. O técnico ainda não foi escolhido. Entretanto, os treinamentos devem iniciar nas próximas semanas. 

Se confirmada a participação, Doutor Camargo fará, na terceirona, o clássico contra o Paiçandu, da cidade homônima e que limita com aquela. “Acredito que não vá haver uma rivalidade intensa com Paiçandu, quem sabe se Ivatuba participasse, mas com Paiçandu acredito que não”.