Doutor Camargo: Série Bronze de 2021 deve marcar estreia do município no futsal profissional

Com 56 anos de fundação, o município de Doutor Camargo pode enfim despontar para o cenário do futsal profissional. Com

Com 56 anos de fundação, o município de Doutor Camargo pode enfim despontar para o cenário do futsal profissional. Com cerca de 5,8 mil habitantes e localizada no Norte-Centro, há 37 quilômetros de Maringá, a cidade inicia 2021 envaidecida pela iminente disputa da Série Bronze do Campeonato Paranaense
Nas temporadas recentes, a terceirona tem sido a porta de entrada de clubes e municípios que antes nunca haviam participado de uma competição oficial. Em 2020, foi o caso de Candói. Neste ano, uma das caras novas é Doutor Camargo.

De acordo com o diretor do departamento de Esportes do município, Alison Fernando Caldeir, o ingresso na Bronze está encaminhado e depende apenas da confirmação perante à Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS). “Já conversei com a Federação e demonstrei a intenção de Doutor Camargo disputar o campeonato em 2021. Ela pediu que eu entrasse em contato novamente em janeiro. Se depender de nós, estamos confirmados”, comenta.


Casa do time

A casa do Doutor Camargo Futsal será o Ginásio Camarão, com capacidade para mil torcedores. “Nosso ginásio é bom e o pessoal daqui gosta muito de futsal. Se quando o campeonato começar estiver liberada a presença de público, tenho certeza que irá bombar. Falo isso pela experiência com o campeonato municipal que realizamos aqui”.

De acordo com Alison, o elenco deve ser formado por 70% dos atletas da casa e o restante deve ser composto de contratados de outras regiões. “Iremos disputar com o intuito de chegar, de subir para a Prata. O time que iremos montar será forte”, diz. O técnico ainda não foi escolhido. Entretanto, os treinamentos devem iniciar nas próximas semanas. 

Se confirmada a participação, Doutor Camargo fará, na terceirona, o clássico contra o Paiçandu, da cidade homônima e que limita com aquela. “Acredito que não vá haver uma rivalidade intensa com Paiçandu, quem sabe se Ivatuba participasse, mas com Paiçandu acredito que não”. 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail