Em situações opostas, Pinhão e Operário fazem clássico sem público no Rubens Spengler

Protagonistas da decisão da Série Bronze de 2019, Operário Laranjeiras e Pinhão voltam a se enfrentar na noite desta quarta-feira

Protagonistas da decisão da Série Bronze de 2019, Operário Laranjeiras e Pinhão voltam a se enfrentar na noite desta quarta-feira (16). O clássico regional, válido pela 7ª rodada da 1ª fase da Série Prata do Campeonato Paranaense de Futsal, será disputado no Ginásio Rubens Spengler, casa da Gralha.


A equipe do técnico Baiano conquistou, no sábado (12), a primeira vitória no certame. Após ser goleado no litoral, pela Apaf, por 8×1, o time reagiu e fez 4×1 no Bituruna, de virada. 
“O nosso jogo em Paranaguá foi desastroso. Era nítido que os atletas não estavam motivados e isso mudou em Bituruna”, disse o técnico, que não terá desfalques nesta noite.
O Rubrão, por sua vez, não poderá contar com Biel, expulso em São João do Ivaí. Além dele, Nico, Raylson e São Pedro, todos em tratamento de lesão, estão fora. 

A reportagem não conseguiu falar com o técnico Luciano Bonfim sobre a partida. Já Baiano disse que traçou estratégias nos treinamentos. “Temos condições de jogar de igual para igual. Estamos em casa. Apesar disso, não tratamos esse como um jogo diferente dos outros”. 


2019: público impressionante final da Bronze 

Público da decisão em Laranjeiras foi de 2,4 mil pessoas/Foto: Juliam Nazaré 

Nas duas ocasiões em que se encontraram na Série Bronze do ano passado, o Rubrão levou a melhor. Na ida, em Pinhão, venceu por 1×0, gol de Biel. No Laranjão, fez 3×0 com Rodrigo Freitas, Marcelo Bigode e Fabinho. As vitórias deram o título da terceirona aos laranjeirenses. 
Daquela decisão, os clubes mantiveram seus treinadores: Baiano e Luciano Bonfim. No elenco do Pinhão, os remanescentes são: Cachorro, Neguinho, Dieguinho e Tiago.
Do lado do Operário, permaneceram: Serra, Marcelo Bigode, Biel e Rodrigo Freitas. Rodrigo Scheis, então arqueiro reserva, atualmente é o preparador de goleiros. 

As duas partidas daquela decisão, vale lembrar, registraram públicos dignos de alguns clubes do Campeonato Brasileiro de Futebol. Na ida, em Pinhão, foram 2 mil presentes. Em Laranjeiras do Sul, o duelo recebeu 2,4 mil espectadores. Os números, que foram repassados por ambas as diretorias, são maiores que a capacidade de público de alguns ginásios da Série Ouro.

Operário Laranjeiras teve, em 2019, uma média de 1,7 mil pessoas por jogo. O índice é maior, por exemplo, pelo alcançado por São Bento e Oeste, 1,6 mil e 0,9 mil, na Série B do ano passado. 


Situação de momento

Vice-líder com 12 pontos em cinco jogos, o Operário Laranjeiras assumirá, pelo menos momentaneamente, a liderança da Série Prata caso vença a Gralha. A equipe, inclusive, está classificada para a 2ª fase. 
O Pinhão, 7º colocado com quatro pontos em quatro compromissos, pode encaminhar a vaga em caso de um resultado positivo. 


Outros jogos

O jogo entre Coronel e São Miguel precisou ser adiado em virtude dos casos suspeitos de covid-19 no elenco do Amarelinho.

Em Guarapuava, o CAD, embalado pelo bom retrospecto nas últimas partidas, recebe o desesperado Bituruna, que terá a estreia do técnico André Demczuk. Ele assumiu o time no início desta semana, com a saída de César Mandryk, e tem a missão de tirar a equipe da lanterna do estadual. O Bituruna tem um ponto somado em cinco partidas disputadas.

No Sudoeste do estado, o Mariópolis, 3º colocado, pode carimbar a classificação caso derrote a Apaf. O time do litoral tem três pontos em cinco jogos e ocupa a 8ª colocação, no limite para avançar à 2ª fase. 


Paranaense de Futsal – Série Prata
7ª rodada – Quarta-feira – 16/09
Pinhão x Operário Laranjeiras – 20h30
CAD x Bituruna – 20h30
Mariópolis x Apaf – 20h30
Folga: Pitanga/São João do Ivaí
Adiado
Coronel x São Miguel