Campo Real oficialmente instalada em Laranjeiras

Primeira instituição da região a alcançar o título de “Centro Acadêmico”, a Campo Real está oficialmente instalada em Laranjeiras do

Primeira instituição da região a alcançar o título de “Centro Acadêmico”, a Campo Real está oficialmente instalada em Laranjeiras do Sul. Na manhã de quinta-feira (3), a cúpula da instituição recebeu as chaves do prédio onde seus cursos funcionarão, na rua Marechal Cândido Rondon, no centro da cidade. O local, antes da reforma, foi sede do Núcleo Regional de Educação (NRE).

Cursos

Inicialmente, conforme o Correio do Povo do Paraná já adiantou, a Campo Real deve ofertar na cidade três cursos presenciais: Administração, Direito e Engenharia Civil.

Laranjeiras do Sul tem cerca de 200 alunos que estudam em instituições de Guarapuava. A chegada da Campo Real no município, significará para os alunos a economia de tempo e dinheiro.

De acordo com o reitor, Edson Aires da Silva, o início das aulas é incerto em 2021. “Em função da pandemia, os processos do Ministério da Educação (MEC) estão retardados e não acredito que consigamos fazer vestibular para iniciar as aulas ano que vem, a não ser que nos autorize a iniciar previamente, já que temos um bom conceito com o Ministério”.

Além dos presenciais, a Campo Real pretende ofertar cursos semi-presenciais e a distância.

Próximos passos

De acordo com a Campo Real, o protocolo para o credenciamento do campus junto ao MEC já foi feito. O Ministério deverá enviar representantes para avaliar a estrutura e então dar um veredito quanto ao funcionamento.

Nas próximas semanas, a instituição deve iniciar a mobília do espaço e a contração de profissionais.

O reitor também manifestou que, embora a estrutura escolhida comporte os três cursos, a Campo Real pretende, no futuro, dispor de um local maior.

Trâmite

As tratativas para a instalação do Centro Universitário com a administração municipal, vale ressaltar, discorrem desde 2019. A chegada em Laranjeiras faz parte de um plano de expansão da instituição. “Optamos por aqui por se tratar de um município que está em desenvolvimento. Queremos que a Campo comece a se expandir e fazer com que os estudantes não necessitem ir para Guarapuava”, concluiu o reitor.

Presente no ato, a secretária de Educação local, Maria Luiza Simões, disse que 3 de setembro de 2020 ficará marcado na história de Laranjeiras do Sul. “Sabemos que os jovens estão vibrando com essa conquista, pois não precisarão deixar a cidade para cursar a faculdade. Para nós, é um momento marcante”.