Com baixo registro de casos de Covid-19 desde 2020, prefeitura de laranjeiras atualiza decreto

Confira as mudanças no enfrentamento a pandemia e a contabilização atual de pacientes na UTI. Um deles se recusou a ser vacinado

O prefeito Berto Silva assinou hoje (18), o Decreto 112/2021, que atualiza as medidas de enfrentamento da Covid-19 no município. Juntamente com o vice-prefeito, Valdemir Scarpari, eles apresentaram os dados atualizados de vacinação, as mudanças principais nas restrições e, além disto, a situação atual dos hospitais.

Percentuais de vacinação

Segundo Scarpari, Laranjeiras está com uma vacinação excepcional. “Praticamente 95% da população acima de 18 anos já recebeu a primeira dose e temos 82% com o ciclo completo. Pela chamada imunização de rebanho, já temos 70% vacinados”, explica ele. “Na nova faixa etária, de adolescentes, temos 68,5% de pessoas de 12 a 17 anos com primeira dose. Já a dose de reforço foi aplicada em 2.500 pessoas”.

Até o momento, a cidade já aplicou um total de 48.856 doses. Uma alteração no tempo de aplicação da terceira dose também foi realizada, passando de 6 meses para 5. Pessoas acima de 50 anos já podem procurar os locais de vacinação.

Novo decreto

  • Todos os eventos podem ser realizados com a capacidade máxima de pessoas (100%), como, por exemplo. cultos religiosos e missas; desde que tenham a carteirinha de vacinação com pelo menos uma dose aplicada. Também é obrigatório o uso de máscara em locais fechados.  
  • Tornou-se facultativo o uso máscaras para práticas esportivas (coletivas ou individuais), como, por exemplo, academias, estúdios de dança, pilates, musculação, artes marciais, jogos de futebol etc; desde que a pessoa tenha as duas doses registradas.

UTI

Até hoje (18) três pacientes estão na UTI, todos com os quadros estáveis. As idades são de 21, 45 de 72, respectivamente. Scarpari descreveu que um dos pacientes, entretanto, não se vacinou, por escolha própria.

A média de testes diários registrados na Central de Testes é de 60 por dia e a média móvel de casos positivados é cinco. Destes, quase ninguém precisa de atendimento no hospital e são atendidos em casa.

Desde o início da pandemia, Laranjeiras cadastrou, pela primeira vez, apenas 24 pessoas positivadas. “A gente quer baixar ainda mais, mas isso depende da responsabilidade da população. A prefeitura não é babá, a gente alerta fazendo o nosso trabalho”, concluiu Berto Silva.

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail