Equipe avalia tratamento precoce contra a Covid-19

A medida evitaria possíveis complicações nos casos e a superlotação e ocupação dos leitos.

Na segunda-feira (15) o prefeito de Laranjeiras do Sul Berto Silva, esteve em reunião com equipe de saúde para tratar assuntos de medidas e enfrentamento a pandemia.

Em entrevista a rádio Campo Aberto ele relata que pediu uma análise aos técnicos da saúde, sobre a possibilidade de fazer o tratamento antecipado contra a Covid-19.

“Apesar de ter uma divisão de entendimento nesse sentido, mesmo entre os médicos, uma parte defende e outra parte não acredita nesse tratamento antecipado. Estou aguardando um posicionamento dos nossos médicos e da secretaria de saúde, acho que qualquer medida mesmo paliativa que possa diminuir as internações, amenizar a doença e que a pessoa possa se cuidar em casa, sem a necessidade de um leito hospitalar, é valida’’, diz.

Para ele no entanto, se os profissionais da medicina e os técnicos entenderem que não se deve fazer, vale a palavra dos técnicos, se eles entenderem que há uma possibilidade mesmo que remota será feito pois o momento é muito difícil.

“Somente quem não tem preocupação com a sua saúde e dos outros que ficam inertes em uma situação como essa, prefiro errar tentando acertar, do que não tomar nenhuma medida’’ comenta Berto.

O Prefeito fala que ainda tem outra medida, que é a sinalização da compra de leitos em uma unidade hospitalar da cidade, que não é de referência do Covid-19, mas tem uma ala com capacidade para esse tipo de atendimento.

“Aí nós não teríamos a necessidade de abrir o hospital de campanha que são 46 leitos, ainda não estamos precisando nessa quantidade seria desperdício de dinheiro público, ficaria muito mais barato nesse momento a gente comprar as unidades em consórcio com os 6 municípios da Assiscop. Continuamos monitorando a crise e tomando os devidos cuidados pois pelo que vemos o vírus está cada vez mais resistente e se proliferando cada vez mais.

Tratamento precoce

Em conversa com o secretário de Saúde Valdecir Valick ele explica como procede o tratamento precoce. “Ocorre quando o médico passa o medicamento contra a covid-19 no momento em que o paciente tem os primeiros sintomas, mesmo antes de ter a confirmação do exame. Aqui no município alguns médicos faziam isso, essa medida é para que o paciente não chegue ao ponto de ser internado e intubado’’,afirma.

Na mesma reunião foram discutidas a compra de leitos hospitalares com a Organização São Lucas, seriam comprados via consórcio para atender municípios da região, já que estamos com um número muito elevado de ocupação.

Segundo o secretário Valick o hospital são Lucas está aberto a receber pacientes que venham de outros municípios, caso haja necessidade.