“Estou pronto para contribuir, e devo isso a sociedade laranjeirense”

Entrevista com Celso de Azevedo, candidato à vereador em Laranjeiras do Sul

O candidato à vereador Celso de Azevedo esteve no Correio do Povo e na oportunidade deu uma entrevista, para falar um pouco sobre sua vida e sua candidatura.
“Sou morador de Laranjeiras do Sul há 21 anos, sou pai da Julia, casado com a Josi Pechinsk. Resido em dois locais e convivo com dois públicos. Moro na cidade e convivo no interior. Minha vida, minha lida é no interior”, diz
Celso conta que é um homem muito simples e de costumes muito normais e tradicionais. “Vivo muito a família e os amigos. Já fui muito ambicioso, já fui empresário. Agora procuro viver o hoje com planejamento e com muito mais pé no chão. Vivo com intensidade as relações pessoais”. 


Porque concorrer?
Ele explica que se sente  muito preparado para ser vereador de Laranjeiras do Sul e isso é o que o move hoje. Conta que foi secretário de agricultura de Laranjeiras nos últimos três anos e sofreu muitas decepções com o poder legislativo. 
“Estou pronto para contribuir, e devo isso a sociedade laranjeirense, porque só fiquei aqui, pelas pessoas. O povo laranjeirense tem esse calor e uma afetividade muito grande, então é por isso que eu quero ser vereador, para retribuir”.


A quanto tempo está na política?
Celso diz que não é político e que vive da sua  maneira de ser no dia-a-dia. Diz que sua vida em Laranjeiras se resume em cinco fases.
“Passei por cinco empresas, e nesse período me relacionei com todos os níveis da camada social. Trabalhei na Frimesa, na cooperativa Agrária, na Primato, depois montei a loja Galpão Agropecuário e por último fui secretário. E nessas cinco fases as pessoas me conheceram, então elas sabem do que eu sou capaz”


Suas bandeiras, o que você defende?
“Minha bandeira é o trabalho. Não adianta ficar e casa de braços cruzados, achando que o poder público vai resolver tudo, não funciona assim. O poder público pode te auxiliar e te apresentar o caminho e facilitar alguma coisas. Minha bandeira é trabalho e renovação, é dar dignidade às pessoas”.
O candidato fala que se considera muito jovem ainda e lembra ter saído muito cedo de casa. E o que o trouxe até onde está, foi o trabalho. 
“Não sou filho de pai rico. Tudo que tenho eu ganhei no percurso da minha vida de trabalho. 
O poder público tem que ensinar a pescar e não dar o peixe”.


Porque votar no Celso?
Ele diz que tem muito a contribuir, que  conhece muito e que passou por muitas coisas.
“Eu coordenei campanha, conheço as pessoas, me relaciono muito bem, estive dentro da prefeitura, sei defender um projeto, eu sei onde buscar e com quem falar”.
Celso diz estar  no auge de sua vida, de sua força física, de seu conhecimento e de seu relacionamento com as pessoas. 
“As pessoas devem votar em mim pela minha história, pelo que eu fiz e pelo que eu posso fazer. Eu vou honrar cada voto que eu receber, com trabalho! Vamos facilitar a vida do homem do campo, do empresário, de todas as classes. Eu serei um vereador para as pessoas, para a nossa Laranjeiras”, completa.