Prefeitura de Laranjeiras inicia licitação que garantirá digitalização nas escolas

Processo foi autorizado na última terça-feira (27) pelo prefeito Berto Silva e pode levar até dois meses para conclusão

A prefeitura de Laranjeiras do Sul vem trabalhando há alguns anos, desde 2018, na possibilidade de aquisição de notbooks para as escolas. “A ideia é levar, em primeiro momento, a digitalização para as escolas e, mais tarde, para os CEMEI’s, que terá uma proposta tecnológica diferente”, explicou a secretária de educação, Maria Luiza.

A importância da tecnologia na educação hoje é inegável, visto que as novas ferramentas técnicas auxiliam todos os atores envolvidos na cadeia escolar, seja facilitando o trabalho do professor e do coordenador com a otimização de processos, ou contribuindo para a aprendizagem do aluno com a resolução de exercícios.

Processo de licitação

Segundo Maria Luiza, os esforços que a prefeitura tem feito nos últimos anos começaram a se encaminhar e, dentro de alguns meses, a presença de notbooks nas salas de aula será uma realidade. Na última terça-feira (27), o prefeito Berto Silva autorizou a licitação para a compra dos computadores.

A partir de agora, a prefeitura fará um levantamento de preços e qualidades com três empresas para criar uma base, depois, montará um memorando que definirá a quantidade de notbooks e lançará um edital de licitação que as corporações possam competir. Depois da escolha da empresa vencedora, a aquisição é realizada e os produtos distribuídos nas escolas.

“Esse processo inteiro pode levar, pelo menos, 60 dias porque o edital exige prazo para as empresas se prepararem. Além disso, pode acontecer da licitação ter algum impedimento por causa de toda questão jurídica e burocrática. Mas após a aprovação da licitação, entre cinco há dez dias os produtos já estarão nas escolas”, explicou a secretária.

Os equipamentos para os alunos serão distribuídos em forma de gabinetes, onde em cada conterá 36. As escolas maiores receberão dois deles e, as menores, um.  “O gabinete é como se fosse um laboratório móvel, onde os equipamentos carregam ao mesmo tempo. Ao invés dos alunos se locomoverem até alguma sala, os professores é quem transitarão com os notbooks”, prosseguiu Maria Luiza.

Uniformes

O processo de licitação dos uniformes já foi finalizado e a empresa já foi escolhida. Agora a prefeitura está em processo de aprovação da amostra dos pedidos, que é verificada por uma comissão.

Sendo a amostra dos uniformes autorizada, serão feitos mais de 4.500 conjuntos com a base de dados de tamanhos dos alunos fornecidos pelos próprios pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *