UFFS divulga nota em defesa da ciência, contra as fake news e o negacionismo

Devido o grande número de notícias falsas que prejudicam o avanço necessário para o combate do novo coronavírus, a instituição lançou uma nota explicando o papel da ciência

Por Thamiris Costa

Na última semana a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus Laranjeiras do Sul, divulgou uma nota em defesa da ciência e contra o negacionismo no contexto da pandemia de Covid-19, se solidarizando com as famílias e amigos/as das mais de 530 mil vítimas do vírus que assola o Brasil e o mundo desde o final de 2019.

Nesse sentido, a instituição reafirmou publicamente o compromisso na defesa da produção de conhecimentos, que deve ter como finalidade primordial a contribuição com o desenvolvimento social do país e a defesa da vida.

“A ciência é uma das formas de conhecimento produzidas historicamente pela humanidade. Ao longo do tempo, as diferentes formas de conhecer foram sistematizadas e apropriadas pelos grupos sociais de modo a desenvolver explicações sobre os fenômenos que nos cercam, sejam eles de ordem natural, cultural, filosófica ou espiritual”, anunciou a universidade.

Assim, as doutrinas religiosas, os saberes populares, a filosofia e a ciência, segundo a publicação, são formas de conhecer, formular perguntas e as responder, tendo por base diferentes métodos e perspectivas teóricas. “A ciência não se sobrepõe às outras formas de conhecer, mas implica em especificidades que foram fundamentais para o avanço tecnológico e o progresso econômico, político e social da humanidade”, destaca a nota.

Além de explicar as principais características do conhecimento científico, a publicação também comparou e enfatizou o quanto elas foram fundamentais em outros momentos históricos para humanidade, inclusive agora, no contexto da pandemia de Covid-19.

“Em um curto espaço de tempo, produzimos estudos sobre medidas eficazes de proteção contra o vírus Sars-CoV-2 (causador da Covid-19), a importância do isolamento e distanciamento social, uso de máscaras, higienização das mãos e superfícies e testagem em massa; desenvolvemos vacinas seguras e eficazes, com estudos recentes bastante satisfatórios a respeito da imunização proporcionada por elas”, afirmaram.

A nota concluiu afirmando o compromisso do Campus com a divulgação de informações de qualidade a respeito da pandemia de Covid-19, tendo em vista a disseminação de notícias falsas (fake news), que tem prejudicado o enfrentamento da crise e produzido o negacionismo da ciência e de suas importantes contribuições.