Polícia Militar de Pinhão recupera veículo e encontra depósito de substâncias tóxicas sem licença

Veículo havia sido roubado em Curitiba no começo de maio deste ano

Na tarde desta quarta-feira (18), durante patrulha uma equipe policial do 4º Pelotão da Polícia Militar de Pinhão, avistaram dois veículos, um Gol e um Prisma, na avenida Trifon Hanycz, entrando no pátio de um posto de combustível e parando em longe das bombas de combustíveis e da loja de conveniência.

Sete pessoas ocupavam os dois carros respectivamente, a equipe policial suspeitou dos veículos e abordou os passageiros, com os quais nada de ilícito foi encontrado.

Em consulta ao Prisma constatou-se que o carro era licenciado em Joinville/SC, e o condutor de 55 anos, não possuía o CRLV do veículo. Em verificação minuciosa dos sinais identificadores do veículo, constatou-se que o chassi do assoalho, assim como dos vidros, eram de outro Prisma, com alerta de furto em Curitiba no dia primeiro de maio deste ano.

Questionado sobre a origem do veículo furtado, o condutor relatou que havia comprado de outro homem de 37 anos, e teria dado um Gol como entrada e feito o acordo de pagar o restante parcelado.

A equipe foi com o conudtor até a casa deste homem e já na chegada visualizaram o Gol utilizado como parte de pagamento. Nos fundos da garagem foram localizados 10 galões de fungicida Aproach Prima Du Pont de 5 litros, 37 pacotes de glifosato (herbicida sistêmico), que são produtos controlados pela Agência de Defesa Agropecuária do Paraná. A casa estava fechada, não sendo localizado o responsável pela venda do Prisma.

Diante dos fatos, a equipe realizou a apreensão dos agrotóxicos, apreensão do veículo Prisma furtado, do Gol utilizado como parte do pagamento, e conduziram o condutor até a delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail