Rafael Moura: “represento o fim dos loteamentos de cargos, conluios com partidos e políticos tarimbados”

Filho do ex-deputado estadual Nereu Moura, o candidato do MDB projeta educação e geração de empregos fortes no município de Quedas do Iguaçu

Aos 35 anos, Rafael Moura disputa pela primeira vez um cargo público. Apesar disso, o candidato do MDB à prefeitura de Quedas do Iguaçu garante que experiência não lhe faltará. Ele é filho do ex-deputado estadual por cinco mandatos Nereu Moura. 
Advogado por formação, quer ser eleito para “dar fim às brigas políticas e a desconexão com as necessidades da cidade”. Ele é o sexto e último entrevistado da série com os candidatos a prefeito do município. 


Jornal Correio do Povo do Paraná: Ser filho de Nereu Moura pode lhe credenciar a ser prefeito?
Rafael: Sim, de forma muito positiva. Por onde tenho andado, tenho escutado histórias de pessoas que foram ajudadas pelo meu pai. Nereu Moura foi muito mais vereador do que muitos vereadores de Quedas do Iguaçu, por ter sido um cidadão presente com a história de Quedas. Temos muito respeito, tanto em Curitiba quanto em Brasília, para trazer os recursos dos quais a cidade precisa. 


JCPP: Quais os seus projetos para a Educação?
Rafael: Na área superior, temos um campus avançado do IFPR. É possível que Quedas amplie a oferta de cursos e também traga uma graduação. Para isso, necessita-se de vontade política. Se eleito, já nos primeiros dias do mandato, irei para Brasília brigar para que seja implantado um curso superior público aqui. Temos um grande programa também de geração de empregos e renda. E quando fizermos isso, será natural que faculdades privadas virão. Podemos ser um polo educacional. 


JCPP: O MDB faz oposição ao governo estadual. Caso você seja eleito, isto será motivo de preocupação para os quedenses?
Rafael: A nível estadual, nosso partido tem uma posição independente. Não fazemos oposição declarada, apesar de alguns colegas de fato serem oposicionistas. Mas se for prefeito, precisarei brigar para que venham recursos para Quedas. 


JCPP: Para segurança pública, quais são seus projetos? 
Rafael: Por mais que a segurança pública seja uma competência do governo do estado, não podemos deixar de dar a nossa contribuição. Temos projetos para implantação de câmeras de vigilância nas principais entradas da cidade, no interior, no centro e nos bairros. Serão um auxílio para os órgãos, como a Polícia Militar, nos delitos. Também pretendemos buscar o aumento do efetivo da polícia e estudar a instalação de uma guarda municipal.


JCPP: Quais as pretensões para a geração de empregos?
Rafael: Primeiro, precisamos fortalecer as micro e pequenas empresas. O povo de Quedas é guerreiro. Muitas vezes, quando querem dar um passo a mais, vem o município e inviabiliza isso com exigências. 
Queremos ser parceiros de quem quer empreender e gerar empregos. Vamos fazer isso através de leis. Teremos também um programa de incentivo para que as empresas voltem a investir aqui. Mas tudo isso acontecerá a partir da recuperação da credibilidade política de nossa cidade. Depois, as empresas terão interesse em vir para cá. 


JCPP: Você busca seu primeiro cargo político. Acredita que a inexperiência pode lhe atrapalhar?
Rafael: Não, pois tive experiência rodando o Paraná junto de meu pai. Vi o que deu certo e errado. Como advogado, tenho especialização em direito eleitoral, atuo na área de direito administrativo e gestão pública. Então, tenho muito contato com isso e trabalhei a vida toda com a gestão pública. 


JCPP: Por que os quedenses devem votar em Rafael Moura? 
Rafael: Temos duas opções em Quedas. A primeira, representa todos os demais candidatos e aquelas velhas práticas que tanto penalizaram os nossos cidadãos. São os loteamento de cargos, conluios com partidos e políticos tarimbados. Nosso grupo é 100% de renovação. Todos que estão comigo nunca ocuparam um cargo público e são preparados. Gente como a gente, que chega para qualificar a política de Quedas. É possível fazer mais com menos e trazer dignidade e respeito, que nossa população tanto precisa. 
 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail