A produção de uva ganha destaque na região

O casal Dilmar Zortéa e Sirlei Volff, de Porto Barreiro, contam como o cultivo familiar da uva transformou-se em uma vinícola de sucesso

Originada da Europa e Oriente Médio, a fruta da videira tem ganhado cada vez mais destaque no Estado. No Paraná, a colheita da uva que se dá em torno de janeiro a março. Em 2020 o estado colheu 53,2 mil toneladas em 3,6 mil hectares, o que representa 3,8% da produção brasileira.
Porto Barreiro, conta com uma empresa de viticultura de grande destaque: Uvas e Vinhos Zortéa, que começou em 2007, quando o proprietário Dilmar Zortéa veio do Rio Grande do Sul. Sua família descende de italianos e desde criança compartilha o conhecimento das uvas e do vinho.
“Chegando no município e trabalhando na região, sentíamos vontade de saborear uma boa uva, visto que nos mercados encontra-se apenas as de qualidade inferior.   Então decidimos começar com um parreiral pequeno apenas para consumo in natura para família e se sobrasse distribuir para os vizinhos”, relembra Dilmar.
O empresário conta que os anos seguintes serviram de experimento para o que hoje é vendido pela família, cultivando um pomar de 12 variedades para teste, já que havia a crença de que a região não era propícia. Para a surpresa, todas as mudas começaram a desenvolver.
Em 2014, das 12 coleções testadas, cinco se destacaram tanto na produção quanto no paladar regional, com as quais o parreiral deu início às atividades.

Foto: Acervo Pessoal

Variedade e produtos

Dentre as variedades das uvas e vinhos Zortéa estão a Bordô que é exclusivamente para o vinho tinto; a Isabel; a Niagara Rosada, que é indicada para dupla aptidão – para venda in natura e para fabricação de vinho -; além da Poloski, uma variedade branca de mesa com semente e a Vênus, preta e sem semente.

“Sempre buscamos vender in natura pois é uma fonte de renda imediata, ao contrário do vinho, que tem um determinado tempo para findar o processo” – conta o empresário.

Além de vinhos e uvas in natura, a empresa porto barreirense vende suco integral, geleia e vinagre.

Conforme Zortéa, desde o início foi possível observar que quem apreciava vinho na região acabava buscando fora. “Como começamos a fabricar vinhos puros, de boa qualidade, melhorando a produção e adquirindo experiência, ganhamos muitos consumidores.

Safra atual

Na produção desse ano, as adversidades climáticas, como a geada e estiagem não permitiram que o desenvolvimento das videiras ocorresse como deveriam. “Felizmente, com a volta da chuva na virada de ano, a colheita encerrada na terça-feira (25), foi excepcional, um dos melhores anos desde o início do cultivo. A quantidade de açúcar das uvas está excelente e com certeza, se transformará em uma de nossas melhores produções”
Dilmar diz que a expectativa é aumentar ainda mais a produção. Para praticar a viticultura, a pessoa tem que ter amor ao que faz, primeiramente e buscar conhecimento tendo em mente que boa parte dele, é adquirido conforme o tempo, pois a cada safra, a condição muda. Tem que se dedicar muito, já que é uma atividade que gera mão de obra e o investimento inicial muito alto”.

Foto: Acervo Pessoal

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail