Vigilância Sanitária alerta para cuidados com a alimentação e higienização

As altas temperaturas do verão são ideais para aproveitar o dia, mas também demandam atenção na hora de conservar os alimentos, evitando intoxicações

As altas temperaturas do verão são ideais para aproveitar o dia, mas também demandam muita atenção na hora de conservar e preparar os alimentos evitando intoxicações e problemas de saúde. Neste caso, o calor e a umidade típicos da estação são fatores que podem aceleram os processos de degradação dos alimentos em geral, especialmente os que são sensíveis à deterioração microbiológica, ou seja, que propiciam um ambiente adequado para o crescimento de bactérias, bolores ou leveduras.

Neste sentido, a secretaria de Saúde de Laranjeiras do Sul, através da Vigilância Sanitária, orienta sobre os cuidados que as pessoas devem ter nesta época do ano. Para a Bióloga Camila Bortoluzi, uma das coisas mais importantes é a higiene, tanto dos alimentos quanto a pessoal.

“Antes de entrar na cozinha se certifique que suas mãos estão devidamente limpas e higienizadas. Além disso, organize o espaço dos preparos dos alimentos, nunca misture ingredientes crus com outros itens do cardápio. Isso vai impedir a famosa e temida contaminação cruzada, onde as bactérias de um alimento podem passar facilmente para o resto da sua cozinha”, disse a Bióloga.

Dicas

  • Higienize e refrigere muito bem seus alimentos nessa época do ano. As sobras de comida não devem ficar mais do que 2 horas fora das geladeiras ou freezers.
  • Observar as recomendações do fabricante, data de validade e maneira como estão armazenados nos supermercados e padarias.
  • Como evitar a intoxicação alimentar neste período de altas temperaturas:
  • Evitar alimentos crus ou mal-cozidos. Prefira alimentos que passem por altas temperaturas para serem preparados;
  • Atente-se a temperatura dos alimentos: alimentos refrigerados devem ser armazenados a temperaturas inferiores à 5ºC estas são mais seguras para evitar a proliferação de micro-organismos e para alimentos quentes a temperatura deve estar sempre acima de 60ºC.
  • Consuma imediatamente os alimentos cozidos. Caso sobre, guarde-os em recipientes na geladeira;
  •  Evite porções feitas com excessiva antecipação;
  • Mantenha os alimentos crus longe dos cozidos;
  • Não consuma alimentos com alteração de odor, cor e sabor;
  • Não consuma produtos sem origem ou procedência;
  • Não ingira alimentos em embalagens danificadas;
  • Atente-se a higiene do local, desde higiene pessoal dos funcionários e também dos utensílios e local;
  • Consuma apenas água potável;
  • Procure consumir alimentos em estabelecimentos seguros e que possuam licença sanitária;
  • Caso esteja em dúvida ou desconfiar de algum estabelecimento ou alimento, entre em contato com a Vigilância Sanitária de seu município.

Higiene em primeiro lugar

Uma das coisas mais importantes é a higiene, tanto dos alimentos quanto a pessoal. Antes de entrar na cozinha se certifique que suas mãos estão devidamente limpas e higienizadas. Além disso, organize o espaço dos preparos dos alimentos, nunca misture ingredientes crus com outros itens do cardápio. Isso vai impedir a famosa e temida contaminação cruzada, onde as bactérias de um alimento podem passar facilmente para o resto da sua cozinha.

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail