Alberi Junior começou a trabalhar na academia com 13 anos e hoje é sócio dela

Contratado por Ana Paula Leal como auxiliar de recepcionista, ele passou metade da vida na Academia Body Planet até tornar-se patrão, no ano passado

O primeiro emprego tornou-se a empresa própria. O laranjeirense Alberi da Silva Junior, o “Juninho”, começou a trabalhar na Academia Body Planet aos 13 anos como auxiliar de recepcionista. Passaram-se 14 anos. Durante este período, foi promovido a recepcionista, formou-se em Educação Física e entrou para o time de professores do local. No início de 2020, tornou-se sócio de Ana Paula Leal, a empresária que abriu-lhe as portas do mercado de trabalho.

Em entrevista ao Correio do Povo do Paraná, o jovem revelou detalhes da trajetória e das dificuldades enfrentadas após tornar-se administrador. 

Correio: Como conseguiu trabalhar na Body Planet? 

Juninho: Tive a sorte de já conhecer a Paula, pois a minha mãe trabalhava na casa dela. Então, quando tinha 13 anos, ela me chamou para auxiliar no atendimento. É difícil conseguir o primeiro emprego, principalmente se não tiver experiência, então fui feliz em conseguir essa oportunidade. Sou eternamente grato à Paula, pois ela também me ensinou tudo o que sei.

Correio: Como você se tornou sócio da academia?

Juninho: A Paula alugou a academia por três anos, mas eu continuei trabalhando como professor e auxiliando na parte administrativa. No fim de 2019, ela me convidou para assumirmos a empresa em sociedade. Na mesma época me chamaram para assumir um negócio noutra cidade. Foi mais viável ficar aqui. Reabrimos em janeiro do ano passado e não paramos mais.

Correio: O que mudou na tua vida após aceitar o desafio? O que já aprendeu neste período?

Juninho: Mudou tudo. Quando você é assalariado, cumpre as suas funções predeterminadas. Quando passa a contratar, o desafio é maior. Primeiro pela carga tributária, que no Brasil é alta, e toda a questão de treinamento e organização de um ambiente. Foi desafiador no começo, pois eu até então auxiliava na administração, mas assumi e fiquei só, com os professores, pois era um período de férias. A principal mudança foi me tornar líder da empresa e organizar as questões financeiras e administrativas. Com as demais situações, eu já sabia como operar.

Correio: Qual a maior dificuldade que sentiu dirigindo a academia? Acredita que assumir a função durante a pandemia tornou a situação mais desafiadora?

Juninho: Nos primeiros meses de retorno, conseguimos ter um capital de giro legal e se manter durante a pandemia. Precisamos nos organizar não só com horários, mas a carga de trabalho ficou mais pesada, pois reduzimos custos para manter o que tínhamos na academia até aquele momento. Deu certo. Trabalho minucioso e organizado não dá errado.

Correio: A Paula criou a academia em 2003 e tem quase 20 anos como empresária. Você começou recentemente. Como é administrar a empresa ao lado dela?

Juninho: A gente se completa. Ela é super acelerada, eu sou mais calmo. Conseguimos nos organizar e pensar juntos. Acredito que ela é de extrema importância para a minha carreira e gostaria de tê-la por perto o maior tempo possível.

Correio: Quais são os planos para a carreira? Pretende seguir como administrador?

Juninho: Sou realizado. Se você faz o que gosta, não precisa trabalhar um dia sequer. E a gente precisa levar isso pra nossa vida, pois na maioria do tempo em que estivermos vivos estaremos exercendo uma profissão.. Se o seu emprego lhe entristece, não é onde você deveria trabalhar. Fico na parte administrativa até quando for necessário, mas quando isso me sobrecarregar vou oferecer a área para outro.

Correio: Os empresários devem dar mais oportunidades aos jovens?

Juninho: Sim. Às vezes, eles precisam ser rápidos e contratar alguém com qualificação, que não precise de treinamento. Mas existem funções que não exigem tanto conhecimento, e nelas seria interessante o empresário contratar o jovem, pois ele está com força de vontade, então é muito mais fácil lapidá-lo da forma que você gostaria, do que pegar alguém com vícios de outros empregos.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail