Eduardo Leite renuncia mandato de governador no Rio Grande do Sul

Desde 1990, Leite é o primeiro governador à pedir renúncia do cargo meses antes de acabar o mandato

Depois de semanas na indefinição a respeito de seu futuro político, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou hoje (28), sua renuncia ao cargo. O comunicado da decisão foi feito em entrevista coletiva, no Palácio Piratini. 

“Vou renunciar ao poder para não renunciar à política”, disse Leite em um vídeo durante a coletiva.

O governador também anunciou a sua permanência no PSDB depois de ter avaliado uma migração para o PSD. O movimento permite que Leite esteja apto a concorrer a outros cargos nas eleições de outubro, incluindo a de presidente da República. 

Ranolfo Vieira Júnior, vice-governador, assume o comando do governo gaúcho com a renúncia. Ranolfo atua como secretário da Segurança Pública desde o início da gestão. Ele também é pré-candidato a governador pelo PSDB. 

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail