Saiba o que é melasma e os possíveis tratamentos

A esteticista Joice Vieira explica os tipos que podem apresentar e os fatores que desencadeiam o problema

O melasma é um distúrbio de pigmentação caracterizado pelo surgimento de manchas na pele de tom amarronzado. Ele geralmente aparece nas bochechas, na testa e no buço, mas também pode surgir em outras áreas como o colo e os braços. 
A esteticista e cosmetóloga Joice Vieira explica que existem três tipos de melasma. ”Temos o epidérmico, que aparece quando há depósito exacerbado de pigmento na epiderme. O dérmico, caracterizado pelo depósito de melanina ao redor dos vasos superficiais e profundos e o misto, quando há excesso de pigmentação na epiderme, na derme e em outras regiões’’.
O melasma afeta mais frequentemente as mulheres, podendo acontecer também entre os homens. “Não há uma causa definida, mas muitas vezes esta condição está relacionada ao uso de anticoncepcionais femininos, à gravidez , principalmente, à exposição solar’’, conta Joice.
Ela comenta que o fator desencadeante é a exposição à luz ultravioleta e até mesmo, à luz visível. Além dos fatores hormonais e da exposição aos raios solares, à predisposição genética também influencia no surgimento desta condição.


Tratamentos
Os tratamentos variam de acordo com cada caso, há diversas formas de clarear o melasma. O inverno é a melhor época para fazer os procedimentos, e sempre se deve buscar ajuda de um profissional capacitado. Os peelings clareadores e lasers são os mais indicados. 
“Pode-se usar dermocosméticos com ácido retinoico, glicólico, kójico, ferúlico, além de outras substâncias que ajudam a clarear manchas, como hidroquinona, artbutin e resveratol’’, explica a esteticista. 
Joice explica que além dos ácidos, as vitaminas C e E tópicas também são ótimas opções, por serem poderosos antioxidantes e potencializarem o efeito do protetor solar. Esses ativos não só clareiam e diminuem as manchas na pele, mas também previnem o surgimento de novas marcas.


Prevenção
A esteticista fala como é possível prevenir o aparecimento de melasmas com cuidados diários. “O uso do filtro solar é indispensável, com FPS de no mínimo 30, mesmo se for ficar em ambientes fechados deve ser aplicado’’. 
“Uma boa dica é optar pelo protetor solar com cor, que além de proteger contra os raios UVA e UVB e uniformizar o tom da pele e também funciona como barreira para a luz visível, vinda das lâmpadas e aparelhos eletrônicos’’, finaliza Joice.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail