Suspeito de envolvimento na tentativa de assalto em Guarapuava presta depoimento e é liberado

O homem de 25 anos é suspeito de fornecer armamento à quadrilha

Na noite desta segunda-feira (18), a Polícia Civil liberou o suspeito de envolvimento da tentativa do mega-assalto a ProForte em Guarapuava, neste domingo (17).

Durante a tarde o homem, de 25 anos, foi detido para prestar depoimento e cerca de cinco horas depois foi liberado pois não foram encontradas evidências para a prisão em flagrante. A PC manteve o celular dele retido para investigação. A informação foi confirmada pelo secretário de Estado da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, à RPC Curitiba.

De acordo com a polícia, o homem detido é suspeito de fornecer à quadrilha armamento de uso exclusivo das Forças Armadas. As autoridades de segurança afirmam que o armamento usado no ataque provavelmente entrou no país por meio de contrabando.

O suspeito é de Guarapuava e foi encontrado no apartamento dele. O caso segue em investigação pela Polícia Civil, o material coletado até o momento será cruzado com impressões digitais nos bancos de dados da própria corporação.

Investigação

No momento as investigações continuam com mais de 250 policiais em busca dos criminosos aos arredores de Guarapuava, especialmente no distrito de Palmeirinha, assim como Turvo e Pitanga. São 30 suspeitos. As buscas não têm data para encerrar e contam com todo o apoio das principais forças especiais do Estado, da Polícia Civil, Militar e Científica, além do apoio da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal, encaminhados pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail