Chave Ouro: time feminino vence Maringá e o masculino empata com Dois Vizinhos

Equipe feminina entra para o G8, indo para a 2ª fase da competição

No sábado (14) a partida pelo Paranaense Chave Ouro Masculino terminou em empate de 01×01. O Rubro Negro jogou contra a equipe de Dois Vizinhos. Vitinho fez um gol pelo Galo. Durante um passe de Ian, do OLF, o jogador Douglas, do Galo, marcou um gol contra, empatando a partida.

O Operário permanece na 4ª colocação do estadual com 16 pontos em 11 partidas.

O próximo jogo será pela Copa do Brasil, que acontecerá na próxima quinta-feira, 19 de maio, contra o Pato Futsal, às 20 horas na Arena Laranjão.

Discorrendo sobre os jogos, o secretário de Esportes de Laranjeiras do Sul, Rafael Nascimento, lembra que o Operário, sendo da categoria de base, masculino e feminino, tem uma importância em diversos fatores além do esporte, como no aquecimento econômico. “Quando há jogos na cidade, existe uma movimentação significativa na gastronomia local, e visibilidade para Laranjeiras, que é conhecida em todo o estado pelo bom trabalho na modalidade e em outras”.

Ele destaca a importância do trabalho social que o Operário faz com crianças e também o entretenimento que traz para a população. “O Operário, de fato, está trazendo um benefício, um interesse público muito grande. Dos jogos em questão, a gente fica muito feliz porque vemos que a todas as equipes e todas as categorias do clube são competitivas e buscam o seu espaço num cenário estadual”,afirma Rafael.

Paranaense Feminino Chave Ouro

No domingo (15) entrou em quadra, na Arena Laranjão, o time de futsal feminino, encarando a equipe de Maringá. O único gol da partida foi contra, marcado pela jogadora Crislaine. A goleira Rúbia se destacou, fechando o gol com defesas importantes. O Operário Laranjeiras entrou para o G8, indo para a 2ª fase da competição.

No próximo jogo a equipe laranjeirense enfrentará Cantagalo, fora de casa, no dia 28 de maio.

O técnico do time de futsal feminino, Gustavo Rossetim disse que foi importante pontuar em casa, ganhar esse jogo de seis pontos onde nenhuma das duas equipes tinham ganho na competição ainda o que dá uma tranquilidade para continuar. “O placar e o rendimento não foi o que a gente esperava, e sim, um jogo mais tranquilo, um resultado mais amplo, com uma condição de jogo melhor. Mas em campeonato o que importa é três pontos e isso foi conquistado”, contou Gustavo.

Pela frente há uma sequência de três jogos muito difíceis, fora de casa, contra Cantagalo, no clássico regional.

“A gente espera nesses quinze dias que falta se preparar muito bem para ajustar muita coisa que precisa ser ajustado nesse jogo, uma coisa que já faltou no jogo anterior, lá em Londrina, a qualidade da nossa finalização, para que a gente possa fazer mais gols. A gente tem perdido muito gol. E algumas situações coletivas que precisam ser ajustadas. Mas o grupo está aliviado por ter conquistado os três primeiros pontos em casa e agora poder trabalhar nesses quinze dias com tranquilidade para ir em Cantagalo no clássico regional buscar mais uma vitória e seguir na competição”, relatou.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail