Ciclismo: mais que uma paixão, uma ferramenta de mudança

Pedalando desde junho de 2021, Diogo Ariel Ivaniuk já perdeu 33 kg e participou da 1ª Etapa da Competição Guarapuavana de Mountain Bike deste ano, alcançando o quarto lugar na sua categoria

Diogo Ariel Ivaniuk, de 32 anos, começou a andar de bike por conta do seu peso que chegou a 122 kg no ano de 2021. Quando pequeno ele andava de bicicleta, mas parou e só retomou a atividade no ano passado, mais precisamente no dia 07 de junho. De um dia para o outro, sem buscar o auxílio de uma nutricionista, nem nada, ele comprou uma bicicleta e pensou: preciso mudar isso aqui.

A irmã de Diogo, Adriana Cristina Ivaniuk também pedalava, mas de início, ele ia sozinho. E além disso Diogo também começou a fazer regime para acompanhar o exercício com o novo esporte. No começo, ele conta que foi um sufoco, pedalava de 15 a 20 minutos e não conseguia continuar. “Minha ideia já era vender a bicicleta, que aquilo não era para mim. Mas eu persisti, porque era uma coisa que eu queria muito, não só pela questão estética, mas pela saúde”, relata.

Quando Diogo começou a pedalar, a pandemia da Covid-19 estava em seu auge. Pessoas com comorbidade e obesidade eram mais vulneráveis a pegar a doença. Tendo isso em mente, Diogo optou pela mudança. Ele foi tomando gosto pelo pedal e perdia peso. “Foi um ânimo a mais. Quando completou sete meses que eu tinha começado a andar de bike, eu tinha perdido 24 ou 25 kg”. Durante esse período, Diogo trabalhava na Global Sul Informática, parte em home office, parte no estabelecimento, onde atua até hoje como analista de suporte.

Campeonato

Recentemente ele participou, junto dos amigos, da 1ª Etapa do Campeonato Guarapuavano de Mountain Bike, que aconteceu no domingo (22), em Guarapuava. Diogo ficou na quarta colocação na categoria Light Master B Masculino. A maioria dos membros do grupo de Mountain Bike de Laranjeiras conquistaram troféus entre primeiro e quinto lugar.

O ciclista conta que o grupo está tentando uma parceria com a prefeitura e com outras entidades, pois tudo é custeado pelos próprios integrantes do grupo, desde a inscrição, até o combustível, despesas com alimentação e manutenção das bikes. “A prefeitura está começando a ajudar nas inscrições, brevemente esperamos fechar uma parceria mais firme”.

Quase um ano

Sobre estar prestes a completar um ano desde que começou a pedalar, Diogo revela que perdeu 33 kg, mais ou menos. A prática que começou como uma opção em benefício de sua saúde, hoje se tornou uma de suas paixões. Diogo pretende participar de muitos outros campeonatos de ciclismo. Ele já teve outras oportunidades de participar de campeonatos antes do MTB Guarapuavano, mas preferiu treinar mais para chegar mais preparado.

Outra paixão do laranjeirense é o contrabaixo. Diogo relata que já viveu de música por algum tempo, tocou por várias cidades do Paraná e até acompanhou Dáblio Moreira, cantor famoso por ter interpretado Zezé di Camargo no filme Dois filhos de Francisco. Acompanhou também a dupla sertaneja Jonas e Juliano. Trabalhou em várias bandas e prestou serviços de gravação para estúdios.

Diogo, casado com Giovana de Castro Martins, pai de Vinícius Martins Ivaniuk de quatro anos e meio, revela que recebeu muito apoio da família, porque estava estagnado fisicamente durante a pandemia. E os benefícios do ciclismo, mostram hoje, os resultados que fazem com que ele siga cada vez mais em frente.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail