Operário empata e Campo Mourão avança à semifinal da Série Ouro

Fim de linha para o Operário Laranjeiras na Série Ouro do Campeonato Paranaense de Futsal. O empate em 1×1 com

Fim de linha para o Operário Laranjeiras na Série Ouro do Campeonato Paranaense de Futsal. O empate em 1×1 com o Campo Mourão, na noite deste sábado (16), no Laranjão, eliminou o Rubrão. Na partida de ida, o Carneiro fez 4×0 e agora enfrenta o Umuarama na semifinal.

O jogo

O 1º tempo foi truncado. Os visitantes, com a vantagem do empate, entraram em quadra se propondo a fazer valer o regulamento. O Operário, por sua vez, teve dificuldades para penetrar na defesa adversária.

Na etapa final, os donos da casa partiram pra cima, afinal de contas, o empate de nada os interessava. E restando 11 minutos e 58 segundos, Dodô abriu o placar. Após o gol, o técnico Sérgio Lacerda acionou goleiro linha. O placar voltou à igualdade a um minuto e 32 segundos do término, quando Caio Barros acertou um chute de longa distãncia.

Operário muda foco da temporada

Para o Operário, resta a disputa da Liga Futsal Paraná e da Taça FPFS. Nesta competição, disputada pelos times que não cairam mas que também não foram à semifinal do estadual, o Rubro-Negro terá pela frente o Ampere.

Volta da torcida

Mais de mil torcedores viram o jogo. Os rubro-negros voltaram às arquibancadas num jogo do time masculino do Rubrão após 1 ano e oito meses e fizeram uma bonita festa.

Confusão

Com o trilho do apito, uma confusão estabeleceu-se na quadra do Laranjão. O que começou como discussão entre os atletas dos dois clubes ganhou proporção. Um torcedor invadiu a quadra e agrediu o atleta Fabinho, do Campo Mourão, que com o ferimento foi encaminhado para o hospital.

A reportagem do Correio conversou com integrantes da torcida organizada Sangue Rubro-Negro que afirmaram reprovar a violência. Eles enfatizaram que a agressão cometida por um integrante não representa a conduta dos operarianos. Os torcedores afirmam que a confusão foi criada após os jogadores do Campo Mourão incitarem os laranjeirenses.

Em uma publicação no site oficial, o Carneiro classificou o ocorrido como “ato de covardia e vandalismo”.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail