Pinhão deve ficar sem representante no Paranaense de Futsal

Após dois anos, os amantes do futsal de Pinhão podem voltar a ficar sem um time para torcer. Isso porque

Após dois anos, os amantes do futsal de Pinhão podem voltar a ficar sem um time para torcer. Isso porque o Pinhão Atlético Clube (PAC) está cada vez mais distante da Série Prata.
Em pleno fevereiro, quando boa parte dos clubes já anunciaram reforços e alguns preparam-se para começar suas pré-temporadas, o Pinhão não fez anúncios. Em contato por telefone, na manhã de segunda-feira (1º), o presidente Fábio Júnior dos Santos explicou ao Correio que deve deixar o cargo no próximo dia 20. Será realizada uma eleição para a escolha da nova diretoria.
Entretanto, pode ser que até lá o time tenha oficializado o licenciamento da Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS) – o prazo de inscrição na segundona termina em 19 de fevereiro.
Fábio revelou que a Gralha depende do fornecimento de transporte, das taxas de arbitragem e do ginásio Rubens Spengler, ofertados pela prefeitura, para participar do estadual.
Mas conforme o que relatou o secretário de Esportes do municípios, Jair Gonçalves, a tendência é findar o acordo. “Ainda não conversei com o prefeito a respeito, mas o orçamento deste ano é baixo. A tendência é não renovar a parceria com o clube”, disse.