Covid-19: Saúde de Laranjeiras ressalta a importância de tomar a 2ª dose

Até esta quarta-feira (8), 94,9% da população acima de 18 anos já tinha sido vacinada com uma dose, e 84,3% com a segunda

Na maioria das vacinas contra Covid-19, o esquema vacinal completo necessita da aplicação de duas doses do imunizante, como é o caso da CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer. Pelos números divulgados pela secretaria de Saúde de Laranjeiras do Sul, até esta quarta-feira (8), 94,9% da população acima de 18 anos já tinha sido vacinada com uma dose. Já com a segunda dose, na mesma data, a população vacinada era de 84,3%. Até o momento, 26.478 laranjeirenses já foram vacinados com uma dose. Com duas doses, são 21.664 pacientes e com três 2.914.

As vacinas que preveem esquema de reforço só tiveram testes de eficácia considerando duas doses. Portanto, para garantir a imunidade coletiva, a administração da segunda dose é fundamental, conforme explica Patrícia Massuqueto, coordenadora do setor de epidemiologia do município. “A pessoa só estará imunizada ao completar seu esquema vacinal. Quem tomou a CoronaVac, AstraZeneca ou Pfizer precisa estar atento, conforme agendado no seu cartão da vacina. A Janssen é dose única”.

Ela ressaltou ainda que é fundamental que todas as pessoas retornem ao local de vacinação para receber a segunda dose, já que a pessoa que não completa o esquema vacinal fica mais vulnerável à infecção do que aquela que recebeu as duas doses, ou seja, a eficácia do imunizante foi comprovada a partir de análises realizadas com o esquema vacinal completo. 

“É essencial nesse momento ver a importância que a vacina teve e tem nesse novo cenário epidemiológico que estamos vivendo. Cada um precisa fazer a sua parte. Nós esperamos tanto por esse momento em oferecer a vacina para um número maior possível da nossa população e essa hora chegou. Não podemos deixar de completar o esquema vacinal para que possamos continuar vivendo esse novo normal. Se está na hora de tomar a sua segunda dose procure o local de vacinação: o Pavilhão da Igreja Matriz Sant’Ana”, concluiu Patrícia.

Vacinômetro

1ª dose: 26.478

2ª dose: 21.664

3ª dose: 2.914

  • Doses aplicadas em idosos: 11.756
  • Doses aplicadas em pacientes com comorbidades: 5.717
  • Trabalhador da Secretaria de Assistência Social: 59
  • População em geral: 24.711
  • Profissionais da saúde, Indígenas e ILPI: 2.555
  • Trabalhadores da Educação/Nível Básico: 1.643
  • Forma de Segurança: 115
  • Gestantes/Puerperas: 662
  • Trabalhadores da limpeza urbana: 80
  • População privada da liberdade: 216
  • Trabalhadores da Educação/Nível Superior: 258
  • Caminhoneiros: 338
  • Imunossupressão: 123
  • Adolescentes com comorbidades: 379
  • População de 12 a 17 anos sem comorbidades: 2.444

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail