Dreads: Saiba como é feito o procedimento

Você é uma daquelas pessoas que sempre quis ter dread ou está considerando a ideia agora, porém, quer conhecer mais

Você é uma daquelas pessoas que sempre quis ter dread ou está considerando a ideia agora, porém, quer conhecer mais sobre suas características antes de se aventurar? Chegou a hora!

Os dreads são um estilo de cabelo caracterizado por um emaranhado de tranças geralmente longas e finas. Existem métodos e técnicas para deixar qualquer tipo de cabelo, seja ele liso ou crespo nesse estilo.

Ao olhar para os dreadlocks, muitas pessoas têm a impressão de que são todos iguais, entretanto, não é bem assim. Existe mais de um tipo de dread e cada um deles é feito de maneiras diferentes.

Tipos

A trancista Alexia Castro dos Santos Paulino explica que os dreads podem ser feitos com cabelo natural, jumbo, lã ou linha. É possível aplicar de três formas, uma delas é com o jumbo, que é  um material sintético usado como forma de extensão de cabelo incorporado nas tranças.

Esse modo de extensão capilar é um dos mais acessíveis e naturais, podendo ser encontrado com baixos valores e em diferentes tonalidades de cabelo ou até mesmo coloridos. Essas extensões são enroladas em uma trança base e então finalizados.

As tranças jumbo são ótimas aliadas de quem ama o estilo trançado dos fios e também de quem passa pela transição capilar e deseja disfarçar a raiz que está crescendo.

Segundo ela, outro método é o “crochet braids” ou como chamam também “tranças de crochê”. “É um estilo de penteado criado a partir de extensões ou apliques de cabelo colocadas nos fios naturais penteados em tranças embutidas, para então costurá-los. Esse estilo tem esse nome por conta do método que é utilizado para “costurar” as extensões de cabelo.

As tranças raízes que dão base à instalação do crochet braid também podem ter diferentes desenhos. O mais comum é o que divide o cabelo em partes retas e pararelas, que vão do topo da cabeça até a nuca. Existem também desenhos circulares. Isso vai depender do gosto e do seu profissional.

Alexia explica que existe outro método onde não o cabelo não e sim enozado, feito com agulha e pode-se acrescentar tanto com jumbo – que é removível, quanto cabelo natural – que é permanente. Mas nesse caso não é possível fazer com lã ou linha.

Alguns preferem usar lã ou linha no lugar do jumbo, mas não é indicado pois a lã pesa muito e demora para secar, já a linha não tem aderência e escorrega.

Cuidados

A profissional explica que deve-se lavar os cabelos em torno de três vezes por semana. A intensidade varia conforme a oleosidade do couro cabeludo de cada pessoa. “Dê preferência por lavar pela manhã e assim secar bem durante o dia. A Manutenção dos dreads e durabilidade vai depender do método utilizado e do tipo do cabelo, se é liso, cacheado ou crespo”.

O tempo utilizado para fazer os dreads depende de cada cabelo, além do método escolhido e pode variar de três á seis horas.

Para estar fazendo os dreads Alexia diz que precisa ter um comprimento mínimo de seis centímetros, mas a durabilidade da trança será bem menor do que um cabelo com 12 centímetros. Não existe nenhuma contraindicação desde que cuide bem dos seus dreads.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail