Gugu Bueno revela projeto de terminal da ferroeste em Laranjeiras do Sul

Deputado se comprometeu a lutar para que o município seja um dos primeiros a receber as obras de duplicação da rodovia 277, que possibilitará a construção de viaduto

Em visita a Laranjeiras do Sul, o deputado estadual Gugu Bueno dialogou com importantes figuras do setor econômico do município. O líder do governo Ratinho Junior na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), ele se comprometeu a lutar por duas demandas do município: as implantações do viaduto na rodovia 277 e de um terminal da nova Ferroeste.

Terminal da Ferroeste

Na quinta-feira (2), Gugu visitou a sede da Cooperativa de Produtores de Sementes de Laranjeiras do Sul (Coprossel). Na conversa com o presidente da empresa, Paulo Pinto de Oliveira Filho, tomou conhecimento e se comprometeu a brigar por um anseio do setor na regional: a instalação de um terminal da Ferroeste na cidade.

Inaugurada na década de 1990, a Ferrovia Ferroeste foi responsável por transportar a produção de Cascavel a Paranaguá. Com a modernização, ganhará trechos mais ao oeste do estado e também no Mato Grosso do Sul. Além da ampliação, ganhará em mobilidade. De acordo com o deputado, o trajeto entre Cascavel e o litoral, até então de 100 horas, será cinco vezes mais rápido: 20 horas.

“O Paulinho Pinto demonstrou a necessidade de estabelecer um terminal de cargas da ferrovia em Laranjeiras. Isso seria um ganho para toda a região. No governo anterior, iniciou-se uma discussão e agora a própria cooperativa está disposta a bancar a ramificação desse terminal. Em vez de colocar a carga num caminhão para levar até o porto, você coloca no trem. Isso dará valorização à produção local.”

De acordo com ele, a legislação estadual foi alterada para a criação desses ramais de acesso que levam ao terminal de acesso da ferrovia. “Isso dará ganho na competitividade de nossos produtos e queremos conectar Laranjeiras à mola propulsora do Paraná. O leilão da ferrovia na Bolsa de Valores deve ocorrer no 1º Semestre de 2022”.

Viaduto

Outra demanda, que também foi debatida com o presidente da Associação Comercial e Industrial de Laranjeiras do Sul (Acils), Flávio Trento, e com a diretora do Grupo Correio, Joice Fabricio, diz respeito à construção de viadutos nos trevos da BR-277 no município.

Gugu Bueno explicou que, como as rodovias do Paraná estão na iminência de uma nova concessão e que nos primeiros sete anos de contrato as concessionárias terão de duplicar seus respectivos trechos, não faria sentido construir viadutos antes dessas obras. Ainda assim, ele apresenta a solução para a questão“.

“A grande missão é colocar o trecho de Laranjeiras no começo das obras, que provavelmente serão feitas em partes. Não tem como construir um viaduto num local que dois, três anos depois, será duplicado. Então, a prioridade é colocar Laranjeiras como o 1º trecho de duplicação”, declarou.

O deputado disse que marcará uma agenda com o secretário de Infraestrutura e Logística do Estado, Sandro Alex, para tratar dos dois assuntos. “São demandas importantíssimas, que terão impacto direto no futuro do município.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail