Magrão solicita implantação de energia fotovoltaica em prédios públicos

Com o objetivo de tornar Laranjeiras do Sul uma cidade mais sustentável, ao mesmo tempo em que cria alternativas financeiras

Com o objetivo de tornar Laranjeiras do Sul uma cidade mais sustentável, ao mesmo tempo em que cria alternativas financeiras ao custo das tarifas de eletricidade, o presidente da Câmara, vereador Carlos Alberto Machado-Magrão apresentou uma indicação de serviço solicitando ao Poder Executivo que implante o sistema de energia solar fotovoltaica em todos os prédios públicos do município.
O documento, que deu entrada na sessão ordinária, foi aprovado e assinado por todos os vereadores. A proposição ainda solicita a instalação de cisternas nos referidos espaços.
Conforme Magrão, a energia limpa é o futuro e está sendo adotada por muitos municípios em amplo desenvolvimento. O pedido visa contemplar postos de saúde, escolas e demais prédios da administração. “O uso da energia fotovoltaica promove energia limpa, além de ter potencial de gerar economia para os cofres públicos, pois apesar dos custos de implantação, em médio prazo trará a redução de custos nas contas de energia elétrica pelo poder público. Por isso, precisamos fazer a nossa parte, incentivando as pessoas a mudarem os conceitos e cuidar do meio ambiente. A partir disso, estamos garantindo também empregos, saúde, educação e qualidade de vida”.


Sobre a energia fotovoltaica


A produção de energia solar fotovoltaica, considerada uma das fontes de energia mais sustentáveis do mundo, corresponde a 1,5% da matriz elétrica brasileira, de acordo com dados do Ministério de Minas e Energia. No entanto, a previsão é que, em dez anos, sua participação na matriz brasileira seja quatro vezes maior do que a atual.
Além do baixo impacto ao meio ambiente, sem emissões de gases-estufa, resíduos ou ruídos, também contribui para a diversificação da matriz energética nacional, com a diminuição da dependência da energia elétrica vinda de hidro e termelétricas, cujos custos de transmissão e distribuição são bastante elevados.