Espigão Alto: secretaria de Saúde realiza coleta de leite materno

A doação de leite materno é fundamental para ampliar as chances de recuperação de bebês prematuros que estão internados em UTI Neonatais

O aleitamento materno é essencial para os bebês até os seis meses de vida, sendo um alimento completo e rico em nutrientes que o bebê necessita, facilitando também a digestão. E a doação de leite materno é fundamental para ampliar as chances de recuperação de bebês prematuros e/ou de baixo peso que estão internados em UTIs neonatais, além de proporcionar um desenvolvimento mais saudável por toda a vida.

Em razão disso, a enfermeira Grasiane Camila com o apoio da secretaria de Saúde, implementou o programa de aleitamento materno na unidade de Saúde do Espigão Alto do Iguaçu, visando arrecadar doações de leite. Na quarta-feira (18) às 10h30, terá um encontro de gestantes e mamães no Centro de Juventude do município.

A secretaria de Saúde do Espigão Alto do Iguaçu fomenta diversas estratégias que buscam promover, proteger e apoiar o aleitamento materno até os dois anos ou mais. O objetivo do programa é coletar leite para os bebês prematuros. “Todo o leite coletado será encaminhado para Cascavel, e vão ser utilizados por bebês que estão na UTI Neonatal”, explica a enfermeira.

Quem pode doar?

Toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite humano. Basta ser saudável e não tomar medicamentos que interfiram na amamentação. Qualquer quantidade de leite humano doado pode ajudar os bebês internados, que, a depender de seu peso e condições clínicas, podem precisar de apenas 1ml a cada refeição. O leite materno doado passa por um processo rigoroso que envolve análise, pasteurização e controle de qualidade antes de ser distribuído.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail