Os benefícios da fisioterapia para a incontinência urinária

Caracterizada pela eliminação involuntária de urina, esse é um problema que tem origem no sistema nervoso autônomo e tem tratamento

A saúde da mulher passa por fases e mudanças específicas, determinadas por mudanças hormonais, físicas psicológicas e sociais. Assim como o iniciar e concluir do ciclo menstrual e de fertilidade, o desenvolver da sexualidade e do próprio corpo, a gravidez,  maternidade, amadurecimento e o envelhecimento.

Por isso o funcionamento do corpo feminino e masculino são diferentes fisiológica e biologicamente entre eles.

Ainda pouco conhecido por muitos, inclusive por profissionais da saúde, a intervenção da fisioterapia na saúde da mulher tem um impacto profundo na prevenção e reabilitação de diversas enfermidades.

A fisioterapeuta Elisangela da Silva Perondi, relata que a fisioterapia pode atuar em diversas fases da vida. “As áreas de intervenção são inúmeras como: incontinência urinária, disfunções sexuais, prolapso, dores pélvicas, câncer ginecológico e de mama’’.

A fisioterapia na saúde da mulher tem a função de desenvolver ou reabilitar os órgãos e sistemas, aperfeiçoar ou adaptar as pessoas para melhor qualidade de vida.

Incontinência urinária

Para a incontinência urinária existem opções para controlar que são indicados antes ou depois da cirurgia. ‘’Consiste em fortalecer os músculos do assoalho pélvico para impedir a perda involuntária da urina. Mas para que tenha o efeito esperado precisa ser repetido diariamente em casa, além de ir a clinica pelo menos uma vez na semana’’, diz Elisangela.

Ela ensina um exercício que pode ser repetido em casa para facilitar a melhora da incontinência. “É preciso identificar quais músculos do assoalho pélvico devem ser trabalhados e tentar segurar o xixi enquanto estiver urinando, se conseguir pelo menos diminuir um pouco, significa que está contraindo os músculos certos’’.

Para iniciar esse exercício Elisangela fala que precisa esvaziar a bexiga e deitar de barriga para cima e contrair esses músculos, repetir por dez vezes e descansar cinco segundos. “Deve-se fazer nove repetições dessa série, assim totalizando 100 contrações. Depois de alguns dias pode acrescentar uma bola ou faixar elásticas para manter a concentração e facilitar a realização da série completa e correta’’.

Desde seu conhecimento a importância deste campo está cada vez mais crescente, tendo o objetivo de desenvolver a integridade de órgãos e sistemas, aperfeiçoar e reabilitar a melhor qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *