Jovens devem estar atentos a consumo desnecessário gerado pelo impulso

Compras excessivas podem ser um problema

Com o uso da tecnologia cada vez mais inflamado e promovendo recursos que auxiliam até mesmo nas compras e vendas, o jovem representa o maior o público da internet e por isso fica cada vez mais a mercê do consumismo.

Pensando nisso, a economista Edilene Takenaka, de Presidente Prudente, argumenta que, para lidar com esse momento, tal público deve se atentar ao consumo realizado no impulso e que, em muitos casos, são desnecessários. “Hoje o jovem vive um momento de novas experiências e descobertas, onde há muitas opções de consumo no entorno e muitas informações disponíveis sobre novos produtos, estilos de vida, serviços e coisas que são atrativas ao período de vida que está enfrentando”.

O que deve se evitado, como reitera Edilene, é o consumo por impulso, que é gerado pelo imediatismo. “Quando se é jovem, temos a impressão de que tudo deve ser muito rápido. O imediatismo é uma característica dessa nova geração. Mas essas compras excessivas, que vem com a enxurrada de novas coisas que aparecem diariamente, pode ser um problema porque isso também pode acarretar problemas financeiros como a inadimplência”.

Além disso, dependendo da idade do jovem, ele pode estar vivendo da ajuda financeira dos pais ou está iniciando no mercado de trabalho e, por isso, sua renda mensal ainda é pouca e talvez, não de sua responsabilidade. Por isso o grande desafio para o jovem é identificar o que é necessário comprar, o que realmente é prioridade para aquele dado momento.

Então se você é jovem ou ainda não tem uma vida financeira estabelecida, é importante ter um controle financeiro, estabelecer prioridades e principalmente necessidades já nessa fase e não gastar por impulso ou até mesmo por outros problemas relacionados, como ansiedade e compulsividade.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail