UFFS promove oficinas para desenvolvimento de produtos agroflorestais

A primeira aconteceu na quarta-feira (28) e a próxima será realizada na sexta-feira (5), no acampamento Recantos da Natureza, em Laranjeiras do Sul

O projeto “Sabores da Agrofloresta – a fruta camponesa”, desenvolvido na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Laranjeiras do Sul, promove oficinas sobre o desenvolvimento de produtos oriundos de sistemas agroflorestais.

A primeira oficina ocorreu na quinta-feira (28) e teve como objetivo a elaboração de chips agroecológicos de mandioca e de banana. A oficina foi realizada na agroindústria da Associação dos Produtores Agroecológicos do Movimento dos Pequenos Agricultores (Apampa) e contou com a participação de agricultores de Palmital, Goioxim e Laranjal.

Conforme relata o professor Julian Perez-Cassarino, coordenador do projeto, além de produzir os chips, o objetivo foi padronizar a receita para que possa iniciar a produção a partir de novembro ou dezembro. “Visamos inicialmente uma comercialização aqui na região. Já definimos previamente nossa marca, que se chama ‘Sabores da Agrofloresta’ e aproveitamos o encontro para definir o rótulo do produto”.

Segunda oficina

A segunda oficina será realizada na próxima sexta-feira (5), no acampamento Recantos da Natureza, em Laranjeiras do Sul. A atividade será dedicada à produção de macarrão de biomassa de banana-verde, além de outras massas elaboradas a partir da biomassa e da farinha de banana-verde.

Conforme o professor, a biomassa de banana-verde é um produto nutricionalmente muito rico e saudável. “Nesta oficina, além de elaborar a biomassa e a farinha de banana-verde visando a comercialização, também será produzido macarrão e outras massas a partir da mistura do trigo. São massas veganas, sem adição de ovos e demais produtos de origem animal”.

As oficinas são ofertadas pelo projeto “Sabores da Agrofloresta – a fruta camponesa” e pelo Laboratório Vivan de Sistemas Agroflorestais da UFFS – Campus Laranjeiras do Sul, com a colaboração de estudantes dos cursos de Engenharia de Alimentos e de Agronomia que integram o projeto.

Picolés de frutas nativas

O projeto “Sabores da Agrofloresta – a fruta camponesa” já assessorou grupos de agricultores no desenvolvimento de produtos congelados de fruta e picolés de frutas nativas. Os produtos já estão sendo comercializados em Laranjeiras do Sul, na sorveteria Ki-delícia. Os sabores disponíveis picolés são: guabiroba, moranguinho silvestre, manga, ananás e entre outros. No Empório Iguassu, além dos picolés também são comercializadas as frutas congeladas, que podem ser utilizadas para elaboração de sucos e outros. Inclusive, estão disponíveis amostras de doces de frutas nativas para que o público possa provar e opinar sobre a qualidade dos produtos, que serão comercializados no futuro.

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail