Laranjeiras: secretaria de Saúde promove ações de prevenção contra a Tuberculose

De acordo com o farmacêutico Cristian Ricardo Pinto, a Tuberculose é uma doença infecciosa que pode ocorrer nos gânglios, rins, ossos, meninges e outros locais do organismo

A Secretaria de Saúde de Laranjeiras do Sul, está promovendo durante o mês de março uma série de atividades, que marcam o Dia Mundial contra a Tuberculose (24), criado desde 1982 pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O objetivo da ação é conscientizar a população sobre a importância do tratamento, além de repassar orientações para prevenção e diagnóstico precoce da doença. As ações serão realizadas em áreas com maior incidência da doença, ou seja: Jardim Iguaçu, Vila Industrial, Presidente Vargas e São Francisco.

De acordo com o farmacêutico e coordenador do Serviço de Atendimento Especializado (SAE) Cristian Ricardo Pinto, a Tuberculose é uma doença infecciosa que atinge principalmente os pulmões, mas também pode ocorrer nos gânglios, rins, ossos, meninges e outros locais do organismo. “A nossa intenção enquanto profissionais da saúde é a divulgação e sensibilização sobre os principais sinais e sintomas da doença, para que casos sejam captados precocemente e também desmistificar pré-conceitos relacionados a ela”.

 O principal sintoma é a tosse por mais de três semanas. Quanto antes a tuberculose for tratada, mais simples é a sua cura. Em Laranjeiras, além das primeiras orientações feitas pelos Agentes Comunitários de Saúde (ACS’s), o trabalho de conscientização por meio de abordagens e distribuição de material informativo é feito também por médicos e enfermeiros. A secretaria municipal de Saúde (Semusa), atende atualmente 6 pacientes com a doença. No entanto, através de estimativa da Semusa, pode haver outros casos que ainda não procuraram auxílio médica.

“Por isso recomenda-se que a pessoa com tosse por três semanas ou mais, seja investigado. Há outros sinais e sintomas que podem estar presentes, como febre vespertina, sudorese noturna, emagrecimento, cansaço, fadiga, dores na região do tórax, falta de ar, sensação de mal-estar, e palidez”, finaliza o farmacêutico.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail