Paraná seleciona médicos para plataforma de telessaúde

O Governo do Estado lançou edital para inscrição de médicos bolsistas para atuação na plataforma de telessaúde. O edital faz

O Governo do Estado lançou edital para inscrição de médicos bolsistas para atuação na plataforma de telessaúde. O edital faz parte do programa de ações extensionistas de prevenção, cuidados e combate à pandemia do novo coronavírus. A seleção será feita pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), instituição responsável pelas atividades do Projeto de Telessaúde do Paraná.

São ofertadas dez vagas para médicos profissionais, sendo a metade para jornada semanal de 30 horas e o restante para jornada de 20 horas por semana. As bolsas terão validade por três meses e serão pagas nos valores mensais de R$ 4,5 mil e R$ 3 mil, respectivamente. As inscrições seguem até 17 de maio, exclusivamente pela Internet.

Para a coordenadora do Projeto de Telessaúde, professora Daniela Frizon Alfieri, do Centro de Ciências da Saúde da UEL, o aumento recente do número de infecções pelo novo coronavírus refletiu na demanda do aplicativo Saúde Online Paraná, esgotando todos os agendamentos disponíveis.

“Esses atendimentos remotos ajudam a reduzir a pressão nos sistemas de saúde municipais, uma vez que os cidadãos com suspeita da doença podem permanecer em isolamento, diminuindo a circulação do vírus”, afirma Daniela.

Ela destaca que a expectativa é ampliar, a partir da contratação de novos bolsistas, a oferta de atendimentos semanais para 1.400 consultas, sendo 700 consultas médicas e o restante de enfermagem. “A ideia é contribuir para o controle da pandemia, pois o serviço de telessaúde evita que pacientes com quadro leve precisem sair do isolamento para procurar atendimentos presenciais”, explica Daniela.

De acordo com o edital, as atividades contemplam atendimento clínico de forma remota, por meio de aplicativos já conhecidos de videochamadas e de envio de mensagens, como o Google Meet, e o Whatsapp, entre outras ferramentas. Para tanto, é recomendável que os profissionais interessados estejam familiarizados com esses recursos tecnológicos.

A seleção ocorrerá conforme a ordem de inscrição dos candidatos, observados os requisitos previstos em edital e a documentação necessária. Os médicos selecionados deverão atuar em períodos a serem fixados pela Coordenação do Projeto de Telessáude do Paraná.

A iniciativa conta com o apoio da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná.