Centro de Cultura de Quedas é palco da peça “O Capital” neste sábado

De acordo com o coordenador do Teatro Escola Actstage João Pedro de Lima, a peça vai abordar o tema das relações de poder na sociedade e a escravidão moderna

O Centro de Cultura de Quedas do Iguaçu receberá hoje (2), às 20 horas, a apresentação da peça “O Capital”, do grupo do Teatro Escola Actstage. A peça é a primeira do gênero tragédia produzida pelo grupo coordenado pelo professor e dramaturgo João Pedro de Lima e que conta com sete integrantes. Os ingressos podem ser adquiridos na entrada por R$ 5, e meia entrada para estudantes a R$ 2.

A peça

A peça “O Capital” conta a história de um grande empresário, Oswaldo, que perde R$ 5 milhões. O dinheiro acaba parando nas mãos de um dos seus funcionários da fábrica: Zé, um homem batalhador que vive sendo humilhado pelas péssimas condições de trabalho do local. Maria, irmã de Zé, vê a oportunidade perfeita de usar este dinheiro para se vingar do chefe de seu irmão, motivada por um erro do passado. “O Capital” é uma história de amor, vingança, trabalho e dinheiro.

O elenco da peça é formado por: Gabriel da Silva, Heloisa Constantini, João Pedro de Lima, Marília Eduarda Corso Sniezko, Roberto Lemonie, Byanca Kochanoski de Souza e Isadora Sieijka Hommerding.

A peça trabalha temas extremamente importantes para a sociedade atual, sobre as relações de poder no trabalho, sobre como o dinheiro é um aspecto de importância e de poder na sociedade brasileira e mundial, como o capitalismo tem sido um meio econômico que ainda fomenta a escravidão moderna. “Nós trazemos esses assuntos, como trabalha o capitalismo, as relações de poder para a peça. Isso ficará bem nítido”, disse João.

Por ser uma tragédia, ele acrescenta que a peça vai mexer muito com as emoções do público por conta dos assuntos tão comuns no cotidiano. “A expectativa que nós temos quando as pessoas assistirem a peça é que elas possam levar a temática para sua vida e pensem sobre a sua relação com o trabalho e com as pessoas, qual a importância que o trabalho tem em suas vidas e como isso se torna uma temática de importância”.

O Capital é a quinta peça escrita e desenvolvida pelo grupo, que sempre escreve as próprias peças. “Nós não pegamos peças prontas, justamente porque queremos trazer para o palco conteúdos e ideias contemporâneas e urgentes”. João destaca que ouvir os atores e atrizes ajuda a saber o que eles querem passar quando estão no palco.

Ensino técnico gratuito

O Teatro Escola Actstage foi fundado em 2017 por João Pedro, tendo com objetivo formar artistas para atuarem como atores e atrizes em Quedas e região, artistas formados também para o comprometimento com o desenvolvimento artístico e cultural. Desde então a escola oferece o ensino técnico de teatro gratuitamente, acreditando que a arte a cultura tem um papel fundamental na vida das pessoas, no desenvolvimento econômico, social e cultural.

“Então nós temos essa premissa de oferecer ensino gratuito, de qualidade para que possamos continuar desenvolvendo e fomentando as práticas artísticas e culturais”, ressalta João.

Segundo ele a existência da escola em Quedas é enorme, pois não há outra focada no ensino do teatro nas cidades vizinhas. O grupo viabiliza apresentações e oportuniza às pessoas de Quedas e de outros municípios a realização de espetáculos teatrais e a oferta de ensino técnico de teatro.

Algo transformador

João trabalha com teatro há sete anos, desde que começou a faculdade de Artes. Para ele o teatro é algo transformador em sua vida. “O Actstage tem ajudado muitas pessoas a se desenvolverem, não só como artistas e produtores culturais, mas também como seres humanos, porque a escola tem como premissa não só desenvolver o ensino técnico de teatro, mas também desenvolver seres humanos mais críticos, reflexivos e que possam lidar melhor com o mundo e consigo mesmo”.

O Actstage utiliza os espaços disponibilizados gratuitamente pelo Colégio Estadual José de Anchieta para que o grupo possa se reunir e desenvolver as suas atividades e também a secretaria de Assistência Social e o Centro de Cultura que é o grande apoiador.

A escola está com uma turma aberta neste segundo semestre. Os interessados em fazer parte do grupo podem se inscrever pelo WhatsApp (46) 99904-2508 ou pelo Instagram @teatroactstage.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail