Faleceu, vítima de de Covid-19, o jornalista Fábio Campana

Fábio Campana, jornalista e escritor, morreu vítima da Covid-19, neste sábado (29), em Curitiba. Uma publicação feita no blog pessoal

Fábio Campana, jornalista e escritor, morreu vítima da Covid-19, neste sábado (29), em Curitiba. Uma publicação feita no blog pessoal do jornalista confirmou a morte.

Campana foi secretário de Comunicação Social do governo do Paraná e da Prefeitura de Curitiba e tinha 74 anos.

Ele foi internado no dia 26 de maio com diagnóstico positivo para a Covid-19, no Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), em Curitiba, conforme divulgação no blog dele.

O escritor nasceu no ano de 1947, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, mas morava na capital desde 1960.

Campana publicava colunas em uma rede de jornais do interior do Paraná e fazia comentários políticos para uma rádio. Além disso, era editor de uma revista e diretor de uma editora.

O escritor publicou os livros Restos Mortais, No Campo do Inimigo, Paraíso em Chamas, O Guardador de Fantasmas, Todo o Sangue, O último dia de Cabeza de Vaca, Ai e o último em 2011, A Árvores de Isaías.

Em dezembro de 2014, o governo do Paraná condecorou o jornalista com a Ordem Estadual do Pinheiro.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail