Governo lança edital do programa de acolhimento de cientistas ucranianas

O objetivo é acolher e integrar as cientistas ucranianas na comunidade paranaense e também em colaborações conjuntas futuras

O Governo do Estado, por meio da Fundação Araucária e da Superintendência Geral da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), publicou o edital do programa de Acolhida à Cientistas Ucranianas. O objetivo é acolher e integrá-las na comunidade paranaense e em colaborações conjuntas futuras para a reconstrução e fortalecimento da economia do país europeu, por meio da inovação.

Esse programa é de fluxo contínuo e também tem como prioridade apoiar financeiramente as Instituições Científicas Tecnológicas e de Inovação (ICTs), paranaenses na acolhida de pesquisadoras ucranianas para atuar na pós-graduação Stricto sensu.

“Será disponibilizado o valor global de R$ 18 milhões. Esta ação está contando com o apoio de instituições parceiras acadêmicas, governamentais e de diversos outros segmentos (internacionais e nacionais) que possuem o intuito e a missão primordial de localizar as cientistas ucranianas para que tenham acesso, conheçam e sintam vontade em aderir ao programa”, destacou o presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhaftig.

Bolsas e benefícios

O programa conta com bolsas na categoria ‘Pesquisador Visitante Especial 1 (PVE1)’, para pessoas com mais de cinco anos de experiência como docente universitária e com respectivo grau de produtividade acadêmica, com duração de até 24 meses cada, no valor mensal de R$ 10 mil; e categoria ‘Pesquisador Visitante Especial 2 (PVE 2’), para pessoas com menos de cinco anos de experiência como docente universitária, com duração de até 24 meses cada, no valor mensal de R$ 5,5 mil.

Cada pesquisador-visitante poderá receber auxílio complementar de R$ 1 mil para cada dependente abaixo de 18 anos e/ou ascendente acima de 60 anos. O limite será estabelecido em três complementos de R$ 1 mil para cada cientista selecionada.

Também terão direito às passagens de vinda para o Estado e de retorno à Ucrânia. Se possuírem dependentes, as passagens dos mesmos também serão pagas.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail