Rio Bonito começa a vacinar crianças de 10 anos sem comorbidades

As vacinas infantis estão disponíveis na clínica de especialidades

A enfermeira chefe do setor de epidemiologia da Secretaria de Saúde de Rio Bonito, Elisabete Silvestre, informou que na segunda-feira (24) a vacinação infantil contra a Covid-19 teria uma nova faixa etária, crianças com idade de dez anos, sem comorbidades.

E que as aplicações de vacinas para crianças com comorbidade na faixa etária de onze a cinco anos, continuarão normalmente.

Segundo Elisabete, as doses das vacinas infantis estão disponíveis na clínica de especialidades, no horário das 8 às 11h30 e das 13 às 16h15.

Importância da vacinação infantil

As vacinas são fundamentais para prevenir doenças, pois estimulam a produção de anticorpos contra vírus e bactérias causadoras de doenças graves. Dessa maneira, ao tomar uma vacina, se induz uma proteção antes de ter contato com qualquer ameaça ao organismo.

Elas foram responsáveis, nas últimas décadas, pelo aumento de 30 anos na expectativa de vida. As taxas de mortalidade infantil que eram acima de 20% reduziram para níveis próximos a um dígito, em boa parte do Brasil, graças a duas iniciativas importantes: água potável e vacinação. Depois da água potável, nenhuma outra intervenção teve tanto impacto quanto as imunizações tiveram: salvam vidas, reduzem hospitalizações e sequelas de doenças.

Queda nos índices

Dados do Ministério da Saúde indicam que a cobertura vacinal contra doenças que assolaram o país em outras décadas vem sofrendo uma queda significativa e já alcançou os índices dos anos de 1980. A redução já despertava a atenção antes mesmo da pandemia, mas a situação dá sinais de ter se agravado em meio a ondas de desinformação surgidas no combate à Covid-19.

Apesar de gratuita, segura e eficaz, a imunização ficou em apenas 75% (o ideal são taxas sempre acima de 90%) no ano passado, acentuando uma queda que vinha desde 2015 e que abre as portas para que doenças já controladas e até erradicadas do país retornem.

O fato das doenças terem sido erradicadas no Brasil, faz com que a população se sinta menos ameaçada por elas e a motivação para se vacinar acompanha tudo isso. Por trás de todas estas dificuldades, de todo esse convencimento, tem o grande desafio que é o de motivar as pessoas a se vacinarem, mesmo não se sentindo ameaçadas, não convivendo mais com certas doenças.

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail