Secretaria de Educação e Cultura de Pinhão realiza melhorias nas escolas municipais

Com a chegada das férias escolares, as reformas estão sendo feitas para garantir, às escolas que mais necessitam, uma volta às aulas com mais conforto para alunos e professores

A prefeitura de Pinhão segue atenta as melhorias necessárias ao bom funcionamento e manutenção do ambiente escolar da rede municipal. Por conta das necessidades apresentadas, a administração está constantemente ativa nos serviços de manutenção, agora, principalmente, com a chegada das férias escolares, quando os ambientes estão vazios e os trabalhos podem ser realizados tranquilamente, pois se fossem feitos em período de aulas, os reparos necessários atrapalhariam a rotina escolar.

Volta às aulas com mais conforto

Os serviços, que estão realizados através da secretaria de Educação e Cultura, tem como objetivo garantir uma volta às aulas com mais conforto para alunos, professores e demais funcionários. Os reparos começaram nos últimos meses e vão continuar, com previsão de término até o final de dezembro desse ano.

O secretário de Educação e Cultura, João Maria de Camargo, destaca que a intenção dos trabalhos é garantir que as escolas que mais necessitam de reparos sejam devidamente atendidas e reformadas o quanto antes possível. “Logo, logo realizaremos pinturas nas unidades escolares que precisarem no momento e faremos o levantamento de todos os reparos necessários”, conta João. “Também foi executado o término do banheiro adaptado na Escola Municipal Norberto Serápio Ferreira, em dualidade com a Escola Estadual Izaltino Bastos, a troca de cobertura da Escola Municipal Frei Francisco, no pavilhão de baixo. Futuramente, escolas estarão coloridas e com mais estrutura”.

Segundo o secretário, tanto no pavilhão da Escola Municipal Frei Francisco, quanto em outras escolas, foi um erro terem sido feitos coberturas com telhas de barro. “Na nossa região faz inverno rigoroso e telhas desse material não suportam o frio e causam goteiras em dias chuvosos”.

Reformas em todas as escolas municipais

João relata que o município tem 22 instituições municipais, entre Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e escolas, sendo sete delas pertencentes ao centro da cidade, oito escolas do campo e sete CMEIs. E nas escolas do campo existem seis em dualidade com o estado, ou seja, que pertenciam ao município e que hoje, passaram a ser do estado, funcionando em um mesmo local.

Sendo que todas precisam de alguma melhoria. “Em algumas escolas têm que reformar estruturas, pinturas, parques, quadras desportivas, etc.”.

Bem-estar no ambiente escolar

Para João, o benefício das melhorias é proporcionar o bem-estar para todos que fazem parte do ambiente escolar. “É como se fosse parte da moradia, porque, no mínimo, docentes e discentes passam 1/4 de tempo das suas vidas dentro desses estabelecimentos”.

De acordo com ele, as reformas da parte física tem previsão de acontecer ainda neste ano, talvez até no início do ano que vem. E a partir de então, também serão iniciadas as manutenções de bibliotecas e áreas de informática. “Estamos sempre atentos em relação a formação continuada de nossos professores. E contamos com apoio de nosso Núcleo Regional de Educação (NRE) de Guarapuava”.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail