Seu pet não precisa usar máscara de proteção, saiba o porque

Muitas pessoas estão preocupadas que os animais de estimação possam ser contaminados ou transmitam o coronavírus. Em tempos de pandemia,

Muitas pessoas estão preocupadas que os animais de estimação possam ser contaminados ou transmitam o coronavírus.

Em tempos de pandemia, todo o cuidado é pouco. Passar álcool em gel, usar máscara ao sair de casa, higienizar todos os produtos vindos de fora são cuidados essenciais para reduzir os riscos de contaminação pelo coronavírus. Contudo, nem todas as medidas de proteção que são boas para os seres humanos devem ser aplicadas aos animais.

Ao usar máscaras de proteção os pets podem ter alergias do contato constante do tecido no focinho. Pode também acontecer acidentes, como o animal se asfixiar ou engolir a máscara.

Cuidados

Se o tutor estiver em quarentena pré determinada pelo médico, é bom evitar o passeio com o animal para não ter exposição em ambientes públicos. Também se recomenda evitar o contato com o animal, como beijos, carinhos após espirrar e/ou tossir, pois mesmo que outro familiar leve o animal para passeio, este poderá levar em seu pelo vírus do tutor infectado.

O passeio na rua e nos parques pode acontecer, mas com todos os cuidados e medidas profiláticas e na companhia do tutor não acometido pela doença, apenas não tenha contato direto com seu pet e outros pets nos parque, praças ou na rua. Já animais podem ter em seu pelo o vírus do Covid-19 de tutores infectados. O ideal é limpar as patas do animal com spray próprio para pet ou pano umedecido com sabonete neutro”, recomenda.