Black Heart realiza Mostra de Danças e encanta o público no Cine Teatro Iguassu

Confira alguns momentos do evento realizado em comemoração aos 10 anos de danças urbanas no município

O Cine Teatro Iguassu foi palco da mostra de danças do Studio Black Heart, neste sábado (11), em comemoração dos 10 anos de danças urbanas em Laranjeiras, história na qual a cia de dança tem papel fundamental na disseminação e destaque do estilo.

Além das danças, o evento contou com apresentações artísticas que impressionaram todos que prestigiaram o evento, estimado em 360 pessoas.

Reação do público

Para os organizadores do evento, o sentimento é de gratidão, felicidade e principalmente de amor pelo reconhecimento da luta no desenvolvimento das danças urbanas no município. A própria introdução da mostra apresentou toda a trajetória da cia de dança, através de fotos e vídeos. Dessa forma o público passou a entender um pouco mais sobre a trajetória do Black Heart até o momento, para o que se tornou hoje.

Rubyane Mauricio, professora de dança do Studio Black Heart, afirmou que os comentários e a resposta do público agradaram toda a equipe. A reação, segundo ela, foi extremamente positiva, com muitos elogios, com entrega de presentes pelo público, surpresa que os dançarinos nem imaginavam.

“Com o sucesso da mostra, já tem pessoas pedindo para fazer parte da equipe, perguntando como fazer para participar. Então para nós isso é o mais gratificante, é o que mais importa: o retorno do público e o carinho das pessoas de Laranjeiras”, conta Rubyane.

O evento demonstrou também que não há idade para hip hop. Todos os alunos da academia, desde as crianças de cinco anos até as mais velhas, participaram.

O evento contou com a participação do grupo de danças urbanas Studio Lady Lua, de Nova Laranjeiras, que recebeu com carinho o convite da cia de dança laranjeirense. Também esteve presente a Banda Municipal, regida pelo maestro João Matias, que realizou uma apresentação única e especial para o grupo.

A ex-aluna do Black Heart, Eduarda Roth, veio de Guarapuava, para atender ao pedido de uma apresentação especial. Eduarda trouxe uma intervenção poética, de sua autoria, desconhecida pelo próprio grupo, que se surpreendou, assim como o público em geral. A poesia tocou em pontos essências sobre a arte, o artista, e sobre as dificuldades a serem enfrentadas por este setor no cenário atual brasileiro.

Um dos destaques da mostra foi a primeira apresentação de Heels Class, uma dança com salto alto, técnica que trabalha a autoestima da mulher, a feminilidade, o empoderamento e a sua valorização na sociedade.

Influência e luta por espaço

A aluna da cia de dança, Bruna Andreetta, faz parte do grupo há três anos. Apesar de já ter apresentado com a equipe em palcos de outras cidades, esta foi a primeira vez que participou de uma mostra de dança pelo Black Heart em Laranjeiras. Ela já se apresentou anteriormente no Cine Teatro Iguassu com o Ballerina Studio de Dança.

Para ela é gratificante ver o quanto o público gostou e elogiou a mostra. “Foram meses de muito desenvolvimento, de muito trabalho, muito ensaio e dedicação. Então é muito gratificante ver o quanto o público laranjeirense gostou. Nós não focamos apenas na dança, mas sim em trazer e dar voz à arte cada vez mais”, afirmou Bruna.

Ela destaca a importância do hip hop e das danças urbanas, que veio da periferia, dos negros e dos pobres. “No mundo inteiro as danças urbanas tiveram que lutar muito para ter voz na sociedade e com o grupo Black Heart não foi diferente, eles tiveram que ganhar muitas competições para ter o nome que tem hoje”.

Bruna conta que a influência do hip hop vem crescendo muito no Brasil e no mundo. As pessoas estão usando o hip hop tanto nas músicas, quanto nas roupas, na forma de se vestir.

“O Black Heart ajudou a mudar o pensamento das pessoas em Laranjeiras e na região, mostrando o quanto a cultura do hip hop é bonita. Merece respeito igual os outros estilos de dança”.

A família Black Heart anuncia que estarão abrindo novas turmas. Para os interessados basta entrar em contato pelo número (42) 99851-1119, ou com algum aluno do grupo.

Confira alguns momentos da Mostra:

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail