Gugu Bueno: 14 milhões distribuídos em 18 cidades da Cantu

“O próximo mandato será ainda melhor”, é o que garante o deputado que teve uma ascensão enorme neste governo. Em entrevista exclusiva ao Correio do Povo ele destaca sua trajetória no primeiro mandato

Em entrevista exclusiva ao Correio do Povo, o deputado que teve uma ascensão enorme neste governo, reflete sobre sua trajetória nesta primeira experiência no legislativo estadual, pede votos em candidatos municipalistas e garante: “o próximo mandato será ainda melhor”.

Em seu primeiro mandato como deputado estadual, Gugu Bueno (PSD) trouxe recursos para 18 dos 20 municípios da Cantu. Ao todo, só para a região, ele viabilizou mais de R$ 14 milhões, a maior parte já entregue e consolidada.

Deputado Gugu, estamos às vésperas de uma nova eleição nacional e estadual. O senhor é pré candidato ao segundo mandato?

Olha… naturalmente. A gente trabalhou muito esses últimos quatro anos. E é natural colocar o nosso nome novamente ao apreço da população da região oeste, da região da Cantu e do sudoeste do Paraná. Estou muito confiante que vamos colher aquilo que plantamos. Foi muito trabalho, um trabalho muito municipalista. Atuamos na intermediação das necessidades dos municípios e a capacidade de realização do governo do Estado. Com o apoio do governador Ratinho Júnior conseguimos viabilizar muitas obras importantes.  Eu tenho certeza absoluta que sairemos vitoriosos desse pleito que se aproxima.

Gugu, você assumiu só nos dois últimos do mandato, mesmo tendo ficado com primeiro suplente. E já tem sido considerado, no meio político, como uma agradável surpresa deste período na Assembleia Legislativa. Que resumo você faz dessa primeira experiência como deputado? E especialmente para Cantu, quais são os seus principais feitos?

Quando assumi o mandato de deputado já é com uma experiência de ter sido vereador em Cascavel, fui presidente da câmara, fui o presidente mais jovem da história da cidade, fui reeleito presidente. Apesar de faltar apenas alguns votinhos na última eleição, ficamos na primeira suplência, aí o governador nos convidou para assumir a superintendência geral da Casa Civil e durante dois anos trabalhamos diretamente com o governador e com os secretários de Estado fazendo justamente essa interlocução entre o governo, principalmente os municípios de pequeno porte.

Depois tive a oportunidade de assumir o mandato e logo também ter a responsabilidade de ser vice-líder do Governo. Sou o vice-líder mais jovem da história da assembleia. Mas eu tenho certeza que esse “sucesso” que alcançamos durante o nosso trabalho na Assembleia Legislativa do Paraná é justamente por essa experiência de vida. Porque na política não basta o querer, né? Na política como em tudo na vida é necessário um conhecimento,  prática. Não basta só a boa vontade, você tem que saber fazer as coisas acontecerem, você tem que saber construir as coisas. O poder legislativo, é feito do diálogo, da conversa, da construção, não é da imposição. Então, toda essa experiência que a gente alcançou na nossa vida, que nos possibilitou desempenhar esse papel reconhecido de fato no Paraná, principalmente no meio político. E foi um momento difícil que atravessamos. Em retrospecto nesses últimos quatro anos, nós atravessamos a maior crise da humanidade desde a segunda guerra, foi a pandemia do coronavírus. Enfrentamos a maior a maior seca! A maior a maior crise hídrica do Paraná dos últimos cem anos. E tivemos ainda a maior quebra da nossa safra. Quase equivalente a geada negra de 1975. Tudo isso… e  por fim uma guerra [referindo-se a Rússia e Ucrânia] que tem um impacto no mundo inteiro e no Brasil não é diferente. Então, todo esse é um contexto muito difícil. Mas graças a Deus, o Paraná reagiu bem, o Paraná entrou por último na crise e está saindo por primeiro.

A condução do nosso governador tem sido impecável. Ele conseguiu unir Paraná e graças a essa boa relação entre os poderes, saímos fortalecidos. Nós tivemos um papel junto com o líder do governo, o deputado Hussein, para dar esse equilíbrio. Então, de fato eu carrego comigo essa experiência na assembleia. E lógico que estando lá, sendo vice-líder do governo, nós sempre tentamos puxar o cobertor um pouquinho mais pro nosso lado, atendendo os nossos municípios. E na região da Cantuquiriguaçu nós temos diversas obras importantes. Em Laranjeiras, quase R$ 1 milhão de reais já em investidos. Em Ibema, temos um recurso importante de R$ 1,2  milhões já liberados para construir um barracão industrial. Praticamente todos os municípios da Cantu foram contemplados, porque é a nossa região… e a gente tem um carinho muito especial. Mas sem dúvida o trabalho do deputado é muito mais do que só levar o recurso. É ser um representante do município. Muitas vezes os prefeitos ligam, “olha eu tô com um problema, o município precisa liberar essa certidão, precisa fazer isso… precisa correr com aquele projeto… Deu esse problema aqui, deu esse problema. Então, ser um deputado é estar a todo momento à disposição para contribuir na resolução dos problemas dos municípios que representamos.

E qual a sua expectativa para eleição? O que esperar de um eventual segundo mandato de Gugu Bueno?

Caso a gente saia vitorioso na eleição e estamos muito confiantes que isso aconteça e na certeza também que o nosso governador Ratinho Júnior também será reeleito, eu creio que nós teremos quatro anos muito, muito positivos. Não teremos, se Deus quiser, nenhuma outra grande crise, grande pandemia, não teremos mais crise hídrica. e Deus quiser essa guerra acaba logo, eu acho que a gente já passou o momento mais difícil. E como deputado mais experiente, com as boas relações que construímos, eu tenho certeza que a nossa região terá uma representação muito forte. Em todas as discussões em todas as grandes pautas do Paraná, eu estarei representando a região da Cantu e levando as demandas dos nossos municípios. Como por exemplo, a Estrada da Integração que nós conseguimos há cerca de vinte dias, Ela vai ligar Quedas e Rio Bonito, criando um novo eixo de desenvolvimento entre os dois municípios, bem no meio da região. Então eu tenho certeza que teremos quatro anos de muito trabalho, mas de resultados positivos para os municípios que a gente representa.

Para finalizar, como é que você vê esse momento eleitoral e que análise pode fazer da nossa conjuntura nacional?

Considero muito importante refletir em relação ao pleito que se avizinha. Temos que escolher senadores, deputados federais, estaduais, governador e o presidente da república. Espero que as pessoas pensem e levem a política muito a sério. Eu sei que nesse momento polarizado que a gente está vivendo as pessoas tendem a estar mais vinculadas ou mais apaixonadas pela eleição presidencial, seja pelo candidato ou candidato B. Assim muitas vezes acabam não prestando a atenção devida para eleição, por exemplo, os deputados estaduais e dos deputados federais. E eu digo com toda certeza que para municípios como Rio Bonito Iguaçu, como Laranjeiras do Sul, como Ibema, como Guaraniaçu, como Quedas do Iguaçu… a eleição de um deputado estadual e de um deputado federal é talvez mais importante que a própria eleição para presidente. Porque é o deputado que está no dia a dia do município! É o deputado que vai sentar lá com o presidente da república, no caso do deputado federal e levar as demandas do estado e do município. Ou… é o deputado estadual que vai sentar com o governador para levar as demandas do município. Então o que que eu quero dizer é que as pessoas deem muita atenção e levem muito a sério o voto para deputado estadual e federal.

Na eleição de 2018 nós tivemos um fenômeno que foi muito ruim para os municípios. As pessoas votaram muito por ideologia ou porque um era de uma cor, o outro era de outra cor e não se preocuparam em votar em candidatos que tinham compromisso com o seu município. Então eu faço esse alerta, vamos levar com muita seriedade a eleição de deputados estaduais, deputado federal. Procure conhecer o passado do seu candidato, as coisas boas, as coisas ruins. Estude o seu candidato, escolha um candidato que tenha trabalho pelo município, que tenha conhecimento do município e compromisso com o seu município. Isso é muito importante. Eu espero que o povo escolha candidatos mais municipalistas.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail